Pesquisar este blog

domingo, 31 de março de 2013

Energia positiva pra você

Existem pessoas raras, difíceis de se encontrar,
Elas são lindas por fora...
Mas principalmente, são lindas por dentro.
São feitas de carinho...
E recheio de verdade!
Costumam chegar de mansinho...
E te conquistam dia a dia...
Conquistam com verdades e muito amor!
Elas não têm medo de competição.
Valorizam qualidades...
Não defeitos!
Querem te ver crescer
Querem te ver feliz
Querem, te ver sorrir
Estão sempre perto...
Não te deixam só
Mesmo quando você não percebe...
Estão cuidando de você!
Se você teve a sorte, como eu tive...
De encontrar uma dessas pessoas...
Não se esqueça de dizer...
Obrigada por você existir!!!

Feliz Páscoa!



sábado, 30 de março de 2013

Transamazônica: carretas tombadas impedem trânsito

Hoje, às 06:00h, sai de Santarém com destino a Itaituba. Tinha a expectatica de chegar por volta de 14:00h, mas houve um atraso de 4h. Por quê?

Na Rodovia Transamazônica está havendo um aumento significativo de tráfego, principalmente de caminhões do tipo carreta de carroceria muito longa, ou seja, das famosas julietas, vindas do Mato Grosso, transportando soja para o Porto de Santarém. Esse trajeto diminui o custo do frete mas nos traz muitos problemas.

Essas julietas segundo informações, transportam até 60 toneladas de grãos. Como parte das Rodovia Cuiabá/Santarém e Transamazônica ainda estão sem asfalto, nas ladeiras de estrada de chão, a carreta pode "patinar", deslizar, mesmo quando o terreno não está molhado. O peso enorme da carga, numa ladeira. pode fazer com que o veículo perca força e nessas horas, em algumas situações, não há freio que segure o "bruto". 

Somente hoje, encontramos três veículos grandes dificultando o trânsito. Uma carreta com parte da carroceria tombada e destruída a altura do Km 185, entre Santarém/Rurópolis; outra carreta estava em forma de L no Km 110, no trecho Itaituba/Rurópolis e uma terceira carreta tombou parcialmente a altura do Km 46, no trecho Itaituba/Rurópolis.

Na primeira situação, a carreta está a espera do seguro para fazer a perícia e o 8º BEC teve que fazer um  pequeno desvio para possibilitar o trânsito. Na seguinda situação, que teve início as 11:00h e permanecia assim até 16:00h, segundo os motoristas presentes no local, somente um trator de esteira do tipo D 8 pode puxar a carreta, sem riscos e desimpedir o trânsito. Na terceira situaçao, há apenas prejuízos materiais.

Para finalizar duas coisas devem ser ditas: primeira, muitas carretas, nesse período de inverno, vão fechar a estrada pelo mesmo motivo já anunciado e, segundo, esse asfalto de pouca espessura e, portanto ruim colocado nas rodovias Transamazônica e Cuiabá/Santarém, entregue a pouco tempo, já apresenta sinais muito evidentes de deteorização em vários trechos. Com o tráfego frequente de veículos pesados, apressamos o fim da vida útil desse asfalto de quinta categoria.

Outra coisa, ficar na estrada, sem poder seguir viagem, em alguns lugares significa também passar fome e sede, pois não há onde comprá-los.

Deus tem um tempo!


quinta-feira, 28 de março de 2013

PREFEITA MANIPULA VOTAÇÃO SOBRE REAJUSTE NO SINTEPP

O que era para ser uma reunião de Assembléia Geral como outra qualquer, a reunião desta quarta feira, dia 27 do corrente no SINTEPP foi muito concorrida, até porque a sede do sindicato ficou lotada de funcionários da Semed e principalmente temporários, que foram levados para a reunião com objetivo de manifestar seu apoio ao reajuste de 12% proposto pela prefeita Eliene Nunes.
Na plenária, era visível a presença de gente da SEMED, que ocupam cargo de confiança, assim como também funcionários temporários da garagem, iluminação pública e de outros setores da administração municipal, que foram levados para o SINTEPP.
A defesa do reajuste de 12% foi feita pela professora Ana Paula, Secretaria Municipal de Educação e militante ferrenha do SINTEPP,. Ela deixou claro aos presentes que a atual administração municipal não tem condições de pagar o reajuste de 16%, que vem sendo reivindicado pela categoria. Para reforçar a defesa da administração municipal foi apresentado transparência com valores pouco convincentes, para justificar o reajuste de apenas 12%. Vale ressaltar que Ana Paula, até o final do ano de 2012, defendia a categoria e agora é Secretaria de Educação, defende o Governo.
Depois de muita discussão, os poucos que se manifestaram, sendo a maioria composta por pessoas sem direito a voto, optaram pelo reajuste de 12%. É a primeira vez que os professores engolem calados a proposta de um prefeito. Será porque ? e para surpresa de alguns, no termino da reunião a prefeita apareceu em frente ao sindicato para agradecer aqueles que aceitaram sua proposta do reajuste de 12%. Este é o atual SINTEPP de Itaituba, como diz Norton Sussuarana, uma extensão da prefeitura.
Foi dito, inclusive, que o salário do mês de Março já estava na conta dos servidores municipais e já com o reajuste de 12%. Se isto for verdade, mas uma vez a prefeita desobedece a lei e como vem sendo DITADORA-TUDO POSSO E TUDO FAÇO, pagou sem autorização do Poder Legislativo, já que até a presente data a Câmara não votou qualquer lei de reajuste salarial. Isto é crime de IMPROIBIDADE ADMINISTRATIVA.
 

Fonte: Blog do Peninha, 28/03/2013

segunda-feira, 25 de março de 2013

Secretárias de Eliene Nunes, podem deixar os cargos!

Comentários de bastidores dão conta de que Usalda Miranda, da Assistência Social e Ana Paula, da Educação, estão insatisfeitas e querem deixar os cargos. A primeira teria procurado a prefeita Eliene Nunes para entregar o cargo. É verdade? Porquê?

Pergunta que não quer calar!

 
Por que o Sr. Dirceu Frederico, dono de escritórios de compra de ouro espalhados pela região,  dono de muitos garimpos, aceitou ser nomeado DIRETOR DE PLANEJAMENTO, na Prefeitura de Itaituba, recebendo mensalmente cerca de dois mil reais?

Para ler e escrever melhor


COMTRI EXPEDIU ALVARÁS PARA 6 MESES

Taxistas que procuraram a COMTRI para renovar seus alvarás de circulação, tiveram uma surpresa com a nova coordenação do órgão, que tem a frente o conceituado advogado Davi Salomão. É que o Alvará de Circulação de 2013, assinado pelo respeitado advogado Davi Salomão, foi expedido com validade de apenas 6 meses. 

Em outras palavras, significa que de seis em seis meses os taxistas teriam a obrigação de renovarem os seus alvarás, o que na legislação não existe, já que essa é uma taxa paga anualmente.

Porém, ao ser abordado pelos taxistas sobre a medida da COMTRI, Davi Salomão se desculpou dizendo que havia sido um erro, só que para a surpresa do conceituado advogado haviam outros Alvarás na mesma situação, o que deixou de ser um ERRO e passou a ser irregularidade.

Fonte: Blog do Peninha, 24/03/2013

sábado, 23 de março de 2013

Vença com ousadia!


Repasses do Governo Federal a administração de Eliene Nunes deve chegar a 20 milhões de reais até final de março

A Prefeitura Municipal de Itaituba, Pará, na gestão de Eliene Nunes/PSD, deve fechar o mês de março do corrente ano, totalizando os repasses dos três primeiros meses, em torno de 20 milhões de reais, sem somar os repasses do Estado e as verbas referentes a execução  de projetos. 

O Governo Federal faz as chamadas transferências constitucionais para os municípios nos dias 10, 20 e 30 de cada mês. Portanto, aos valores abaixo, acrescente cerca de 2 milhões, que estarão a disposição da Prefeitura no dia 30 do corrente mês.

Como a folha de pagamentos tem um custo de aproximadamente 3 milhões mensais, a prefeitura fica com uma margem razoável para investir em serviços básicos para beneficiar a população.

Confira os repasses da União para Itaituba
Município: Itaituba     UF: PA
Mês
Ano
FPM
ITR
IOF
CIDE
FUNDEB
Total
01
2013
1.735.285,74
62.858,73
276.208,81
162,97
3.313.402,89
5.387.919,14
02
2013
2.334.641,36
2.228,23
135.733,63
0,00
5.525.691,73
7.998.294,95
03
2013
838.145,21
2.028,67
79.996,11
0,00
3.143.410,89
4.063.580,88


239.938.594,62
747.673,79
12.553.806,51
1.461.800,55
265.748.323,57
17.449.794,97

Educação é investimento!


sexta-feira, 22 de março de 2013

A pergunta que não quer calar!


Pará é vencedor do Desafio Sebrae Internacional

Estudantes de Parauapebas vencem a disputa envolvendo universitários de vários países
 
Os estudantes Djavan Valentim da Paixão e Renata Lopes de Holanda, do curso de Agronomia, da Universidade Federal Rural (UFRA) de Paraupebas ganharam, ontem à noite, o Desafio Sebrae Internacional, que aconteceu no Rio de Janeiro. Eles representaram o Brasil na disputa com estudantes da Argentina, Colômbia, Equador, Panamá, Chile, Peru e Paraguai. 

Os paraenses pertencem à equipe Amazon Fruits e foram campeões nacionais em Salvador, no final do ano passado, em um feito inédito para o Estado e agora ganharam evidência internacional. "Foi uma surpresa. Esperava ficar pelo menos entre os três primeiros. Está sendo uma experiência única. Posso dizer que hoje conheço um pouquinho de cada estado e da América Latina", disse Renata Holanda. 

Para Djavan Paixão, a vitória foi fruto de muito trabalho e dedicação. "Estou muito emocionado em representar o Pará e o Brasil. É realmente uma grande honra". 

"Estamos muito orgulhosos desses meninos que tão bem representaram nosso Estado que, pela primeira vez chegou tão longe na competição que estimula o empreendedorismo entre os jovens. Todo o Pará está de parabéns pela conquista. Foi a vitória da determinação, do esforço e sobretudo da dedicação desses meninos, que se dedicaram sem descuidar da faculdade", disse Vilson Schuber, diretor superintendente do Sebrae no Pará, que participou da cerimônia de premiação na Sociedade Hípica Brasileira, no Jardim Botânico. Para Suleima Pegado, diretora técnica, "é uma honra para os paraenses os nossos estudantes terem levado o nosso Estado para toda a América Latina".


Disputa - A disputa aconteceu entre universitários de sete países da América Latina que participaram da 13ª edição do Desafio Sebrae Internacional, jogo virtual que simula a rotina de uma empresa. O jogo final ocorreu de 18 a 19 de março na capital carioca. O objetivo do Desafio Sebrae é levar a prática da gestão a jovens universitários, visando o desenvolvimento de competências no ato de empreender. 

Nesta 13ª edição, participaram mais de 170 mil alunos, grande parte na faixa etária entre 18 e 22 anos. Após várias etapas disputadas durante o ano de 2012, foram selecionados 29 jovens vencedores em seus países que disputaram a final no Brasil. As equipes que chegaram até essa etapa fizeram exercícios práticos de empreendedorismo. Tiveram noções de como administrar uma empresa e trabalhar em equipe e, ao final, testaram resultados. 

Para o presidente do Sebrae, Luiz Barretto, o Desafio Sebrae coloca o estudante como protagonista da sua própria vida, pois ele se vê em um cenário propício para gerar negócios. “É muito importante o diálogo entre professores, diretores de escolas e toda a cadeia educativa sobre empreendedorismo. Jovens que passam por esse tipo de experiência e conhecimento têm mais condições de entrar no mundo do trabalho com um diferencial”, destaca. 

Em 2012, o Desafio Sebrae versão internacional contou com mais de 22 mil estudantes, sendo que o Peru foi o país com maior número de adesões: foram inscritos 13.108 jovens. Naquela edição, os participantes simularam uma empresa no ramo de sucos e polpas de frutas. 

A versão internacional conta com a parceria da Fundação Coordenação de Projetos, Pesquisas e Estudos Tecnológicos (Coppetec/UFRJ) e a participação de países que o Sebrae têm estreitos laços de cooperação institucional, além de importantes parceiros comerciais de pequenos negócios. A programação do Desafio Sebrae inclui visitas a centros tecnológicos em universidades brasileiras.


O Jogo - Desafio Sebrae é um jogo virtual que estimula o espírito empreendedor entre universitários de todo o país e está em sua 13ª edição. Vale ressaltar que o Pará foi um dos maiores destaques do Brasil no jogo em 2012: Aqui se inscreveram mais de 10.400 alunos de 59 instituições de ensino superior da capital e interior do Pará, mais que o dobro de 2011. Com isso, o estado ficou em 4º lugar no número de inscrições e ganhou o direito de levar duas equipes para a semifinal nacional. No Brasil foram 153.027 estudantes inscritos desafiados a administrar uma fábrica de polpas, sucos e frutas tropicais. 

O interessante é que na etapa estadual a equipe Amazon Fruits obteve o terceiro lugar, mas seguiram para Salvador para representar o Estado depois da desistência da primeira colocada. “Foi e está sendo um grande desafio. Acho que empreender é acreditar e nós acreditamos", disse Djavan da Paixão, da Amazon Fruits. Em segundo lugar nacional ficou a Run to Win, do Paraná, seguido pela equipe Xeque Mate, de Minas Gerais. 

“Foi uma experiência maravilhosa, principalmente porque nossa situação foi diferente, ficamos em terceiro lugar estadual e nem imaginávamos ter chegado aqui, não pensávamos em chegar na final. O que viesse seria lucro, por isso é inacreditável. A gente sabia que tava indo bem, mas foi uma surpresa”, disse, emocionada, Renata. Além da viagem, eles ganharam curso de pós-graduação na Fundação Getúlio Vargas – FGV.
 
Fonte: DiarioOnline, 20/03/2013

terça-feira, 19 de março de 2013

Saúde de Itaituba está doente!

“Não tem remédio nos postos de saúde, o atendimento na área da saúde no município foi diminuído, quase noventa dias depois de assumir o comando do município, o atual governo municipal ainda não indicou um líder de governo na Câmara. Chegou a hora de fazermos cobranças”, disse o vereador Manoel Diniz (PMDB).
 

Diniz citou o caso do Dr. Miranda, médico que atendeu por um bom tempo no Hospital Municipal. Agora ele está dando plantão em apenas um posto de saúde. O Dr. Miranda está prestes a ir embora de Itaituba. E o motivo é meramente por pura perseguição política contra o referido médico (que estava presente à sessão), disse o vereador.
 

O líder do PMDB continuou dizendo que tem secretário municipal que não admite nenhum tipo de crítica, achando que vereador que critica é inimigo do governo.
 

Quanto aos especialistas que tanto foram falados pela então candidata Eliene Nunes, para morar em Itaituba e dar expediente direto na rede de saúde pública do município podem esperar sentados, pois há uma grande probabilidade disso não acontecer (grifo deste blog).
 

Essa é boa


Dia Mundial da Água incentiva cooperação entre os países

A água potável mata a sede do homem e dos animais, permite a higiene pessoal, é essencial para a agricultura, produz energia e serve à navegação. Por isso, a necessidade de enfatizar a cooperação para a gestão da água potável, em seus diversos níveis 

Joseana Paganine
Rio Amazonas: a bacia possui cerca de 60% da água doce disponível no Brasil

Na próxima sexta-­​feira, comemora-se o Dia Mundial da Água. A data foi criada pela Organização das Nações Unidas (ONU) há 20 anos para estimular a reflexão e a mudança de atitude em relação ao recurso natural mais importante para a humanidade.

Para orientar as celebrações em 2013, a ONU escolheu o tema “Cooperação pela água”. A intenção é estimular a elaboração e a divulgação de medidas práticas para utilização conjunta e consciente da água doce. Em anos anteriores, foram debatidos assuntos como água e segurança alimentar e saneamento.

Rios que atravessam fronteiras exigem cooperação internacional. Os países precisam partilhar água subterrânea fronteiriça, importante fonte de água doce. “Embora haja água doce suficiente para todos, os recursos são distribuídos de forma desigual. Em muitas regiões, a água é cada vez mais escassa devido ao crescimento ­populacional, urbanização, poluição, desenvolvimento econômico e mudanças no clima”, alerta a ONU.

Na avaliação do organismo internacional, a pressão crescente sobre os recursos hídricos cria um ambiente favorável a conflitos e torna mais difícil gerenciar a água de forma sustentável e equitativa.
Atualmente, cerca de 60% das 276 bacias hidrográficas internacionais não possuem gestão cooperativa. Como caso bem-sucedido de compartilhamento de água, a ONU lembra as negociações travadas entre Jordânia e Israel, a partir de 1950, para a gestão do Rio Jordão, mesmo em ambiente de conflito no Oriente Médio. Outro exemplo lembrado é o do Rio Mekong, na Ásia. A Guerra do Vietnã não impediu que Camboja, Laos, Tailândia e Vietnã continuassem trocando informações sobre o fluxo do rio, tão importante para a sobrevivência dos habitantes da região. “A água pode ser também um catalisador para a cooperação e para a construção de relações pacíficas. Muitas vezes, as negociações sobre uma questão prática fornecem uma base para o diálogo, mesmo quando relações políticas são tensas. A cooperação em torno da água pode, assim, servir também como um caminho para o processo de paz”, acredita a ONU.

Brasil
O assessor internacional da Agência Nacional de Águas (ANA), Luiz Amore, explica que a gestão compartilhada de rios fronteiriços é uma diretriz das normas brasileiras. Está, por exemplo, no Plano Nacional de Recursos Hídricos, que possui planos específicos para cada uma das 12 regiões hidrográficas ­brasileiras, e no Plano Estratégico de Recursos Hídricos dos Afluentes da Margem Direita do Rio Amazonas. As ações envolvem cooperação técnico-científica e gestão conjunta, com troca de ­informações e ­experiências.

A cooperação pela água também vem se fortalecendo internamente. O assessor lembra o Programa de Desenvolvimento do Setor Água (Interáguas), que fornece assistência técnica para planejamento e gestão dos recursos hídricos, especialmente nas regiões menos desenvolvidas do país. Estão previstos R$ 283,3 milhões para aplicação no programa.

Desigualdade também é hídrica
De acordo com a ONU, cerca de 1 bilhão de pessoas não têm acesso à água suficiente para atender necessidades diárias de consumo e higiene. Para viver com dignidade, uma pessoa precisa de 110 litros por dia.

Segundo projeções das Nações Unidas, em 2025, 1,8 bilhão de pessoas terão carência absoluta de água. Dois terços da população mundial viverão em países com sérios problemas de abastecimento, especialmente na África, no Oriente Médio e na Ásia.

Hoje, a disparidade entre os países é grande. Nos Estados Unidos, a média de consumo é de 300 litros/dia por pessoa. Na Europa, 200 litros. No Brasil, 150 litros.

A África Subsaariana consome entre 10 e 20 litros/dia.  De acordo com a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), gastar mais de 120 litros de água por dia é desperdiçar recursos naturais.

Brasil: reservatório de água do mundo
O Brasil é o país que mais possui água doce, 12% de todas as fontes mundiais. Algumas delas são geograficamente partilhadas com os países vizinhos.

É o caso da bacia do Rio Amazonas, a mais extensa rede hidrográfica do planeta, que começa nos Andes peruanos e termina no Oceano Atlântico. Percorre o território do Brasil (63%), Peru (17%), Bolívia (11%), Colômbia (5,8%), Equador (2,2%), Venezuela (0,7%) e Guiana (0,2%). Por ela, correm 20% das águas doces superficiais do mundo.

O Tratado de Cooperação Amazônica — assinado em 1978 por Brasil, Bolívia, Peru, Equador, Suriname, Colômbia, Guiana e Venezuela — é o instrumento jurídico que reconhece o caráter fronteiriço da bacia. Em 1998, foi criada a Organização do Tratado de Cooperação Amazônica (OTCA), com sede em Brasília. Em 2011, o Ministério das Relações Exteriores realizou a primeira reunião dos países-membros da OTCA para promover o diálogo multilateral sobre a região hidrográfica.

Os oito países fazem parte também do Projeto Gerenciamento Integrado e Sustentável dos Recursos Hídricos Transfronteiriços na Bacia do Rio Amazonas. A ­intenção do projeto é promover o uso sustentável do solo e dos recursos hídricos da região em face dos impactos decorrentes das mudanças climáticas.
De acordo com a ANA, por causa do tratado e do plano, não existem sérios ­problemas quanto à ­utilização da água na bacia amazônica”.

O Sistema Aquífero Guarani é um dos maiores reservatórios subterrâneos de água doce do mundo e possui alto valor estratégico, pois está em região com grande demanda de água. O aquífero é uma formação geológica capaz de armazenar água potável. Segundo a ONU, 2 bilhões de pessoas dependem dos 273 aquíferos do mundo.

Quatro países
O Aquífero Guarani abrange parte dos territórios de Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai. Em 2010, os quatro países assinaram acordo  para ampliar os níveis de cooperação científica sobre o sistema e criar mecanismos de gestão compartilhada dos recursos hídricos.
O acordo foi aprovado por Argentina e Uruguai, mas precisa ser votado pelos Parlamentos brasileiro e paraguaio.
 
No Brasil, a reserva estende-se por Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São ­Paulo. Já foram implantados projetos-piloto em áreas representativas do sistema e que apresentam possibilidade de conflitos relacionados ao uso de águas ­subterrâneas ou a mudanças no uso do solo. Duas áreas estão em regiões ­fronteiriças: Santana do Livramento (Brasil)–Rivera (Uruguai) e Concordia (Argentina)–Salto (Uruguai). As outras duas são Itapúa (Paraguai) e Ribeirão Preto (Brasil).

Regulamentação de águas em depósito e tarifa social são alguns dos projetos do Senado
Em relação à água, o Senado tem investido na aprovação de projetos que procuram aperfeiçoar o setor. A Comissão de Meio Ambiente (CMA) debate o Projeto de Lei do Senado (PLS) 398/12, de Pedro Taques (PDT-MT), que ­regulamenta a ­propriedade da União sobre águas em depósito. O artigo 26 da Constituição estabelece que são propriedade dos estados as águas superficiais ou subterrâneas e as águas em depósito, “ressalvadas, neste caso, na forma da lei, as ­decorrentes de obras da União”. Águas em depósito são as contidas em reservatórios construídos para armazenar para o consumo humano, dessedentar animais, irrigar, navegar, produzir energia, entre outros.

“A ressalva da ­Constituição é compreensível, pois são atribuídas à União responsabilidades como a de planejar e promover a defesa contra as secas, explorar o aproveitamento energético dos cursos d’água e legislar a respeito de águas e energia”, esclarece o senador.

A CMA também analisa o PLS 233/11, de Gim (PTB-DF), que institui a tarifa social para consumo de água. A proposta inclui no Plano Nacional de Saneamento Básico a concessão de tarifa mais baixa de água para ­consumidores de baixa renda, desempregados e pessoas com deficiência.

“Pretende-se assegurar uma uniformidade nas tarifas cobradas das populações mais necessitadas, à semelhança do que já existe para as tarifas de energia elétrica”, explica o senador.

Já a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) discute o PLS 533/11, de Jayme Campos (DEM-MT), que autoriza o Executivo a instituir incentivo fiscal para estimular pessoas jurídicas a exercerem o controle de resíduos, entre eles o ­tratamento e a despoluição da água. Para o senador, a instalação de equipamentos para controle de resíduos pelas indústrias vem sendo feita de forma lenta, em descompasso com a crescente pressão social pela conservação do meio ambiente.

Ainda falta saneamento básico
A questão não é só ter água, mas também ter água de qualidade. A ONU estima que 3.900 crianças morram por dia de doenças relacionadas com água suja. Ao todo, 1,8 milhão de pessoas morrem todos os anos de diarreia e outras doenças como a cólera. E cerca de 2,6 milhões de pessoas não têm acesso a saneamento básico.

No Brasil, a situação também deixa a desejar. O Censo 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apontou que 15,1% das crianças brasileiras na faixa de zero a 4 anos vivem em áreas em que o esgoto corre a céu aberto. A Região Norte é a que se encontra em pior situação: 32,2% das casas possuem esgoto no entorno. No Nordeste, são 26,3%.

Das capitais com mais de 1 milhão de habitantes, Belém foi a triste campeã: 44,5% das residências convivem com falta de esgoto. Em seguida, estão São Luís (33,9%) e Manaus (20,2%). Na outra ponta, Goiânia e Belo Horizonte figuram como as cidades que apresentaram melhor ­infraestrutura de saneamento.
E não basta apenas coletar o esgoto. É preciso tratá-lo.  De 1995 a 2005, o percentual de esgoto tratado, em relação ao coletado, passou de 8,7% para 61,6%. Mas o número alto pode enganar, segundo o IBGE, pois se refere ao percentual de esgoto tratado em relação ao coletado.

Portanto, o valor elevado pode ser decorrência de uma baixa coleta de esgoto.
Além de não coletar e tratar o esgoto, o Brasil também não fiscaliza a qualidade da água. Dos 5.565 municípios brasileiros, 2.659 (47,8%) não monitoravam a qualidade da água em 2011. Somente 28% (1.569) contavam com uma política municipal de ­saneamento básico. Os dados fazem parte da Pesquisa de Informações Básicas Municipais de 2011, do IBGE. Saneamento básico inclui acesso a sistema de abastecimento de água, acesso a esgotamento sanitário, tratamento do esgoto e coleta e destinação final do lixo.

Iniciativas
A meta é resolver até 2030 os problemas de saneamento básico. Em 2008, foi lançado o Plano Nacional de Saneamento Básico, instituído pela Lei 11.445/07, que estabeleceu as ações necessárias e uma previsão de investimentos para atingir o objetivo. Serão aplicados R$ 420 ­bilhões, sendo 60% do governo federal e  
40% de estados, municípios e iniciativa privada. Desse total, R$ 157 bilhões vão para esgotamento sanitário, R$ 105 bilhões para abastecimento de água, R$ 87 bilhões para melhoria da gestão, R$ 55 bilhões para drenagem e R$ 16 bilhões para resíduos sólidos.

Os recursos aplicados pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) estão incluídos nessa conta. No PAC 1, foram repassados R$ 40 bilhões — R$ 36 bilhões do Ministério das Cidades e R$ 4 bilhões da Fundação Nacional de ­Saúde — a municípios e estados para licitação e execução das obras.

Em fevereiro deste ano, o governo federal divulgou balanço das obras do PAC 2, no qual afirmou que 60% das obras de saneamento contratadas já foram executadas. A ­previsão do governo é gastar R$ 24,8 bilhões em 3.400 iniciativas que vão beneficiar quase 8 milhões de famílias.

Fonte: Jornal do Senado, 19/03/2013

sábado, 16 de março de 2013

Ano letivo da Escola Benedito Correa de Souza começou no dia 18/02


Aspecto de uma sala de aula na abertura do ano letivo da escola


A alegria dos alunos da escola está muito visível

 Todos estão antenados nas atividades de uma disciplina


Estas alunas até fizeram pose

O ano letivo da Escola Estadual Benedito Correa de Souza, de Itaituba,  começou no dia 18 de fevereiro do corrente ano e tem encerramento previsto para 20 de dezembro. Com uma estrutura física em boas condições e um quadro de professores talentosos, a escola atraiu um número maior de matrículas que no anterior.

Um problema que deixa os professores insatisfeitos é a determinação do Governo do Estado de que cada turma tem que ter um número mínimo de 40 alunos. O professor Anézio Ribeiro, que leciona no estabelecimento, alfineta: "Se o governador fosse professor de muitas turmas, com tanto alunos, ele dificilmente aceitaria de bom grado esta situação".

Uso do apóstrofo


sexta-feira, 15 de março de 2013

Como funciona a Dieta da Água?

Dieta da ÁguaA dieta da água é baseada em um estudo realizado pela professora Brenda Davy. O estudo acompanhou dois grupos de adultos que adotaram uma dieta de baixa ingestão calórica. Após 3 meses, todos os participantes da pesquisa emagreceram, no entanto os participantes  que beberam água antes das refeições alcançaram maior perda de peso: 7 kg a menos, contra  os 5 kg perdidos pelos demais. O estudo verificou que o consumo de água antes das refeições reduz o número de calorias ingeridas durante a alimentação. Causando aproximadamente uma redução de 200 calorias por dia, uma vez que com o estômago preenchido pela água, a pessoa sente-se satisfeita antes de ingerir uma grande quantidade de alimentos. Assim, além de todos os benefícios, a água é capaz de levar a perder peso.

Para seguir a dieta, basta tomar dois copos de água antes de cada refeição. De tão simples a dieta é conhecida como a “dieta mais simples do mundo”.

Vantagens da Dieta da Água

A dieta possibilita que nosso corpo mantenha-se hidratado.

Desvantagens da Dieta da Água

A dieta não possibilita reeducação alimentar, apenas inclui copos de água distribuídos durante o seu dia. Além disso, ainda não há estudos suficientes que comprovem efetivamente seus benefícios.

Dieta da Água x Dieta e Saúde

Dieta da Água Dieta e Saúde
Aprenderei a me alimentar corretamente? A Dieta da Água menciona apenas a ingestão de água no decorrer do dia e antes das refeições, mas não faz referência quanto a mudanças nos hábitos alimentares. Com o Dieta e Saúde você aprende que consumir todos os tipos de alimentos é essencial para uma boa alimentação. Além disso, você aprende o valor desses alimentos na sua dieta e aprende a balancear as quantidades consumidas.
É fácil de seguir? A Dieta da Água é bem fácil de seguir, já que você terá apenas que incluir 2 copos de água antes das refeições. Você aprende de forma mais fácil e natural a controlar sua alimentação, respeitando e adaptando a sua rotina. Sem mudanças radicais e proibições, o que garante um emagrecimento saudável e duradouro. Você reeduca de verdade sua alimentação porque consegue ver seus erros e seus acertos e esse aprendizado é a para a vida toda.
O que terei a minha disposição? Como na maioria das dietas da moda, a Dieta da Água, não possui ferramentas para te auxiliar no processo do emagrecimento. A dieta não disponibiliza nem mesmo um modelo de cardápio a ser seguido. Diversas ferramentas que irão auxiliar no seu processo de emagrecimento. Por exemplo, o Contador de Pontos, a Análise Nutricional, a Comunidade e o Suporte Nutricional, assim você acompanha se está emagrecendo do jeito certo, ou seja, com saúde!.
Farei a dieta sozinho? Normalmente quando você faz uma dieta da moda, lê o cardápio e as regras e faz tudo sozinho o que torna mais difícil se manter firme, com a Dieta da Água não é diferente. Com o Dieta e Saúde você não está sozinho. Somos a maior Comunidade online de emagrecimento do país. Você compartilha experiências, dicas, dificuldades com outras pessoas que têm o mesmo objetivo que você, tornando o processo de emagrecimento motivador.
Quem irá me acompanhar? A Dieta da Água é feita sem o acompanhamento de profissionais para tirar suas dúvidas e oferecer orientação. Nossa Dieta dos Pontos é feita por pessoas para pessoas. Você poderá contar com nosso suporte via chat ou e-mail com especialistas nas áreas de nutrição e atividade física.
O que vou comer? Na Dieta da Água não é descrita forma como deve ser sua alimentação, apenas menciona que você deve beber 2 copos de água antes de cada refeição. Nada de dar adeus aos seus pratos preferidos! Com a Dieta dos Pontos do Dieta e Saude você é quem decide o que vai comer. Por meio dos pontos dos alimentos, você saberá fazer sempre as melhores escolhas.

quinta-feira, 14 de março de 2013

DEPUTADOS DIZEM QUE HOUVE TORTURA CONTRA PRESOS EM ITAITUBA

e que a fuga dos sete presos foi facilitada

 Comissão denuncia corrupção e facilitação de fuga

Em matéria publicada na edição do Jornal o liberal de 13 de Março (quarta feira) a Comissão dos direitos Humanos da Alepa, que esteve na cidade ouvindo presos e familiares dos presos em Itaituba, afirmou que de fato houve sim tortura, onde os presos apanharam de cassetetes, porque foram vistas pelos deputados marcas visíveis nas costas dos detentos.
 
Pelo que foi levantado "in loco", a Comissão afirma também que a fuga dos setes presos foi facilitada. A denuncia foi feita diretamente pelo deputado Carlos Bordalo(PT). Bordalo disse ainda que os PMS do grupamento Tático também usaram spray de pimenta e teriam efetuado disparos com balas de borracha enquanto durava a revista, no dia 22 de fevereiro. A entrada dos PMS foi após uma informação do diretor do Centro que temia uma fuga em massa, após a fuga dos setes presos sendo que cinco foram recapturados.
 
Deputados Edmilson Rodrigues(membro), Augusto Pantoja (PPS) e Nélio Aguiar(PMN) também dizem que foi constatado problemas de corrupção de agente prisional e Policial militar, fatos esses que estão inseridos no relatório preparado pela Comissão. Edmilson Rodrigues disse que houve sim abusos na revista dos presos, mas admite também que por outro lado existe o grande problema da superlotação, cuja capacidade já está acima do limite permitido. 
 
O presidente da Comissão, deputado Carlos bordalo disse ainda que no relatório constam recomendações a serem enviadas ao governador Simão Jatene e a Superintendência do Sistema Penal, entre elas revistas de celas com presença de membros do Ministério Público, exoneração de agentes penitenciários envolvidos em corrupção ou envolvimento com facilitação de fugas. 
 
Fonte: Blog do Nazareno, 14/03/2013

Abertura do encontro pedagógico de Itaituba, foi um sucesso


 Mesa que abriu o encontro pedagógico do Ensino Médio

Ontem à noite, na presença de um grande número de professores do Ensino Médio e convidados, foi aberto o encontro denominado I Jornada Pedagógica 2013, que trabalha o tema: Fica comigo: diga não a evasão escolar, promovido pela 12ª Unidade Regional de Educação. 

Feita a abertura pela professora Edilzia, diretora da 12ª/SEDUC a palavra foi franqueada aos componentes da mesa, que dela fizeram uso, enfatizando o tema do encontro.
Auditório do SINTEPP ficou lotado
Professores do BCS marcaram presença
Dra. Eliana Felipe falando sobre o tema que norteia o encontro

Depois, foi a vez da dra. Eliana Felipe, professora adjunta da Universidade Federal do Pará, falar da sua ligação com Itaituba e, com muito conhecimento de causa, usando dados concernentes, trabalhar a realidade local.

Num dos pontos da sua fala, Eliana deixou claro que a escola reproduz a sociedade na medida em separa os alunos de classes diferentes e de certo modo determina quem deve ou não ter sucesso na vida estudantil. Falou também da necessidade dos professores promoverem o encantamento dos alunos pelo conhecimento e mais que isso, vincular o ensino a realidade dos mesmos.

quarta-feira, 13 de março de 2013

ENCONTRO E REENCONTROS

Dra. Eliana Felipe abrirá encontro de educadores de Itaituba
 Professora Dra. Eliana Felipe, a palestrante do encontro de planejamento do Ensino Médio

Hoje as 19:30h, se inicia o encontro de professores do Ensino Médio de Itaituba, na sede do SINTEPP, para elaborar o Conteúdo Programático de 2013, a ser trabalhado nas escolas estaduais de Ensino Médio de Itaituba. 

Amanhã e depois, os professores distribuidos em pólos, por área de conhecimento, definirão os conteúdos a serem ministrados para os alunos das três séries do Ensino Médio e, deverão levar em conta, também, que sua clientela, fará o ENEM, vestibulares e concursos.

Sem dúvida alguma, além de ser um momento de encontro de professores do município, por área e disciplina, a presença da professora dra. Eliana Felipe, que palestrará na abertura do Encontro, também nos dará muitas alegrias.

Para quem não sabe, Eliana, foi professora nas Escolas Gonzaga Barros e Benedito Correa de Souza, dirigiu o SINTEPP, no segundo mandato, no início da década de 1990. Tem sido um exemplo para muitos, em se tratando de formação no campo educacional. Estou cursando doutorado em Psicologia Social  e ela foi uma das pessoas a incentivar-me bastante para prosseguir meus estudos. 

Eliana é nossa "prata da casa"!

Professores de Itaituba rejeitam reajuste salarial de 10% ofertado pela Prefeitura


Na tarde de ontem terça feira, 12, aconteceu na sede do SINTEPP uma Assembleia Geral com os professores e vigias filiados ao sindicado. Em pauta três assuntos de grande importância para a categoria, reajuste salarial, escolha do conselho da merenda escolar e apresentação da comissão eleitoral para a escolha da nova coordenação do Sindicato.

De todos os assuntos em pautas o mais polemico foi à discussão do percentual salarial dos servidores, ouve momentos tensos na assembleia. A proposta inicial dos professores era de 16%, mas eles, receberam da prefeita Eliene Nunes uma contra proposta de 10%. A proposta foi colocada em votação, e a maioria dos servidores rejeitaram os 10%.

Os professores não aceitaram a contra proposta do governo municipal, mas sinalizaram para uma negociação. O governo foi representado na Assembleia pela diretora administrativa da SEMED professora Isaneide Bentes, que disse que, sera feito um estudo do impacto que o reajuste causara na folha de pagamento dos professores.

Alguns professores estavam irredutíveis quando ao aumento dos 16% para a categoria, caso não conseguissem queriam entrar em estado de grave, mas a maioria optou por negociar com a administração municipal. A assembleia foi presidida pelo ainda coordenador do SINTEPP Isaac Dias que recebeu as proposta e colocou em votação. Ainda não foi marcada uma nova reunião para se discutir qual a porcentagem que será dada aos professores, será entre 10% a 16%.
 
Fonte: blog do Júnior Ribeiro, 13/03/2013

Municípios podem aderir ao Saúde na Escola até dia 15/03

Durante esta semana acontece em todo o Brasil a Mobilização Saúde na Escola com o tema "Prevenção da obesidade e o Cuidado com a Saúde Ocular". No Tocantins, 24 municípios aderiram a Campanha e cerca de 2 mil estudantes passarão pela triagem durante a mobilização. A estratégia faz parte do Programa Saúde na Escola (PSE), ação desenvolvida em conjunto com o Ministério da Educação.

Todos os municípios poderão participar da Semana de Mobilização Saúde na Escola, que vai até o próximo dia 15. Durante a semana os profissionais do programa irão desenvolver práticas educativas de promoção, prevenção e avaliação das condições de saúde, como: pesar e medir os alunos; calcular o Índice de Massa Corpórea (IMC); promover palestras com alunos e professores; e fornecer orientações nutricionais aos familiares dos estudantes.

Segundo a área Técnica de Estratégia Saúde da Família/Saúde Bucal da Sesau, os municípios ainda podem aderir ao programa já que o prazo foi prorrogado para 15 de março. A contratualização do Programa de Saúde na Escola para este ano ocorrerá no período de 18 de março a 30 de abril. "A Semana de Mobilização é o inicio de um trabalho que é desenvolvido durante todo o ano. Então os municípios interessados em participar podem fazer a adesão e participar das ações que serão realizadas ao longo do ano letivo de 2013", afirmou Maria Jucinaide Ribeiro Alvino, técnica do programa no Estado.

O Programa Saúde na Escola visa promover atenção integral à saúde de crianças, adolescentes e jovens do ensino público por meio de ações de prevenção, promoção, atenção e formação. As atividades são realizadas de forma articulada entre as equipes de saúde da Atenção Básica e os trabalhadores da educação nos estabelecimentos de ensino. Esta é a segunda edição da Semana de Mobilização Saúde na Escola. Neste ano, além dos alunos do ensino fundamental e médio, também participarão da triagem os estudantes das creches e pré-escolas, numa iniciativa integrada ao Brasil Carinhoso.

A obesidade na infância e na adolescência e a grande repercussão obtida pelo tema no ano passado motivaram a retomada do tema em 2013, acompanhado de saúde ocular. Dados da Pesquisa Nacional de Orçamentos Familiares, (2008/09), indicam que a obesidade em crianças de 5 a 9 anos saltou de 4,1% para 16,6% entre os meninos e de 2,4% para 11,8% entre as meninas. Nos adolescentes, o excesso de peso passou de 3,7% para 21,7% nas últimas quatro décadas. Já os problemas de visão são uma das principais causas da evasão escolar e da dificuldade de aprendizagem. Estudos apontam que 30% das crianças em idade escolar apresentam refração ocular (distúrbios de visão causados por problemas no cristalino ou na córnea). Com informações do Ministério da Saúde.

Font:: JusBrasil Notícias, 12/03/2013

Nem todos são burros!



Porque o governo de Eliene Nunes não é o "Governo de Todos"?

Governo de todos. Governo de todos por quê? O que justifica esse lema da administração da prefeita Eliene Nunes/ PSD, de Itaituba? Primeiro, a afirmação tem um  cunho ideológico. De tanto afirmar que o governo é todos, espera-se que todos acreditem e o apoio aconteça. Desmistificar é preciso: este governo não é de todos. 

Há uma série de momentos, todos eles relevantes, que provam que entre este governo e a sociedade há uma distância enorme.

Primeiro, porque foi eleita com um pouco mais da metade dos votos válidos!

Para ser eleita, Eliene estabeleceu compromissos com os partidos que fizeram parte de sua coligação. Quais compromissos? O de construir, com a sociedade organizada, o programa de governo do  município; o de dá transparência ao recebimento e a aplicação de recursos públicos e o de compor o governo a partir dos partidos que participaram da coligação que a elegeu. 

Vale dizer que terminadas as convenções de junho do ano passado, a então candidata, tinha uma coligação de seis partidos para apoiá-la, enquanto Valmir tinha uma mega coligação de quatorze partidos. Com as adesões de última hora, ela passou a ter dez partidos para apoiar sua candidatura e sem esse apoio ela não venceria Valmir  Climaco, pois a diferença foi de apenas mil e poucos votos.

Com relação aos compromissos firmados por ela, na sede do PSB, na Avenida Nova de Santana, centro da cidade, até a presente data ela não cumpriu nenhum.

Quando precisou de apoio ela foi humilde bastante para pedir apoio em nome de Jesus. Depois que ganhou a eleição não nos procurou pessoalmente nem para dizer muito obrigado. O nome de Jesus foi usado em vão!

Este governo, a exemplo do de Ana Júlia, está fadado ao fracasso!

Ainda fez o favor de buscar alguns nomes nos partidos, sem consultá-los, sem falar com suas direções, como fez quando precisava de apoio. Essa atitude, evidentemente, enfraqueceu os partidos.

O secretariado são suas escolhas pessoais. Da sua Igreja tem quatro pessoas; do PT, que apoiou o seu principal adversário, tem dois ou três integrantes. Nenhum secretário tem autonomia e o secretário de adminstração leva a fama de ruim  e durão, quando na verdade só obedece ordens da prefeita. Não tem problema ele ser ruim, o importante é que ela pareça boa, generosa ou não pareça má, não seja a bruxa.

Tem diretor que só aparece na prefeitura quando quer; tem cooptação de lideranças e atrelamento de entidades; tem sujeira sendo varrida para debaixo do tapete e tem falação pelos cotovelos.

Na prática, até agora, a gestora de Itaituba, não disse a que veio. Com as ruas esburacadas, a prefeita viajando bastante, as secretarias inoperantes, os postos sem remédios, a mídia "amordaçada", governo centralizado, perseguição política, Itaituba é o retrato do descaso!

Eliene Nunes, até a presente data, se constitui em mais uma enganação na política de Itaituba!

Leia também:
http://anezioribeiro.blogspot.com.br/2013/02/itaitubaruas-esburacadas-cidade.html
http://anezioribeiro.blogspot.com.br/2013/03/as-ruas-de-itaituba-precisam-de-asfalto.html
http://anezioribeiro.blogspot.com.br/2013/02/desabafo-de-uma-professora.html
http://anezioribeiro.blogspot.com.br/2013/02/ruas-de-itaituba-em-estado-critico.html
http://anezioribeiro.blogspot.com.br/2013/02/itaitubaruas-esburacadas-cidade.html


segunda-feira, 11 de março de 2013

Porque os buracos diminuiram

Os buracos das ruas de Itaituba agora são menos. É que eles cresceram tanto que se uniram a outros já existentes!

CONCLAVE DA BICHARADA


Atenção!
Todas as Topeiras, Tatus, Ratos, e outros bichos que vivem em tocas ou buracos estão convidados para eleger praticamente o impossivel: O maior buraco de Itaituba.
Dispensa-se do encontro os Bambis, antílopes e Veados, pois esses estão sempre reunidos se articulando,  para abrirem fogo contra os que criticam o Governo que ainda não decolou de Eliene Nunes. -Quem sabe o maior buraco está na cabeça ou no orificio anal desses apedeutas que não sabem receber criticas.