Pesquisar este blog

sexta-feira, 16 de junho de 2017

PT lista 8 absurdos usados pelo MP para pedir condenação de Lula


Os procuradores de Curitiba, que acusam o ex-presidente Lula de ser “dono” de um triplex no Guarujá, apresentaram suas alegações finais, última fase antes do juiz Sérgio Moro proferir a sentença.

Peça jurídica reforça o que a defesa de Lula tem afirmado desde sempre: na ausência de provas, a procuradoria usa “convicção” para tentar incriminar o ex-presidente.

As 334 páginas das alegações finais, no entanto, mais parecem um conto de ficção do que um documento jurídico.

Basicamente, a equipe de Dallagnol usa essas alegações finais não para apresentar provas e argumentos, mas para explicar teoricamente como se pode imputar crime a alguém sem prová-lo.
Postar um comentário