Pesquisar este blog

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Salão em Santarém tem livros, filmes e encontros com escritores

No período de 1º a 10 de novembro, o município de Santarém, no oeste paraense, receberá o VI Salão Regional do Livro da Região do Baixo Amazonas, uma promoção do Governo do Pará, por meio da Secretaria Especial de Promoção Social e Secretaria de Estado de Cultura (Secult), em parceria com a Prefeitura de Santarém, via Secretaria Municipal de Cultura. 

A abertura será nesta sexta-feira (1º), às 19 h, com a apresentação da Filamônica José Agostinho. A visitação será de segunda a sexta-feira, das 09 às 22 h, e aos sábados e domingos, das 15 às 23 h, no Parque da Cidade, na Avenida Bartolomeu de Gusmão, s/n. A área de exposições terá cerca de 70 estandes, com publicações de 350 editoras, como Paulinas, Paulus, Cortez e Editora Estudos Amazônicos.
 
Nesta edição, o Estado do Pará é o grande homenageado, com base no verso “Eu sou de um país que se chama Pará”, da música Porto Caribe, de autoria de Ruy Paranatinga Barata, compositor, jornalista e escritor, que recebe as homenagens nos eventos literários promovidos pela Secult em 2013, dentro do projeto da XII Feira Pan-Amazônica do Livro.Na manhã desta quarta-feira (30), em Santarém, no auditório do Theatro Victória, durante uma coletiva à imprensa, foram apresentadas as atrações da programação do Salão do Livro. 
 
Fonte: Bolg do Dayan Serique, 31/10/13

PROS É A NOVA FORÇA POLÍTCA DA REGIÃO DE ITAITUBA

Em 23 de setembro o TSE aprovou o registro do PROS- Partido Republicano da Ordem Social e logo em seguida começaram as adesões.

O trabalho de organização do Partido já vinha sendo feito a cerca de dois meses, com a filiação do deputado federal Dudimar Paxíúba, oriundo do PSDB, as ações foram aceleradas. Assim, terminado, o prazo para parlamentares mudarem para a nova sigla sem perder os mandatos, o PROS cresce, se consolida e tende ser um dos partidos mais fortes da região de Itaituba.

      Deputado Dudimar Paxiúba, Presidente Municipal e Regional do PROS
 
Saiba quem são os vereadores de cada município, que se filiaram ao PROS:


Itaituba: Os vereadores  Diomar Figueira e Vereador Dadinho (Agnaldo Cirino), eleitos pelo PPS, aderiram ao PROS e firmaram o compromisso de fazer o Partido crescer em Itaituba.
Aveiro: Os vereadores Gilmar Lira, ex-PR, Rubemir Pereira, ex-PSDB e Iranir Bechara, ex-PPS, também aderiram ao PROS e estão empenhados em desenvolver um trabalho vinculado ao deputado Dudimar Paxiúba, que sempre teve uma forte relação com aquele município e, isso, explica porque o PROS nasce tão expressivo em Aveiro.  








Trairão: Os vereadores Valdonez de Souza, e João Natanael, deixaram o PR e ingressaram no PROS, buscando a perspectiva de dias melhores. Ambos também têm uma forte relação como deputado Dudimar Paxiúba.



Jacareacanga: Os vereadores Walter Tertulino, ex-PSB e Ivanildo Viana, ex-PR, depois de analisar os pros e os contras chegaram a conclusão de que era preciso tomar um novo rumo. Os dois tem grande representatividade no município.
 
Rurópolis: Os vereadores Ismael e Cícero, ex-DEM e Flora, ex-PMDB, convidados pelo deputado Dudimar Paxiúba, aceitaram ir para o PROS. Os três edis têm uma trajetória de lutas em favor da sociedade de Rurópolis e vão continuar o trabalho, desta vez com um direcionamento um pouco diferente. Como Rurópolis é um município que ocupa geograficamente uma posição muito importante, o Partido espera que desenvolva um bom trabalho na Câmara de vereadores e sejam a diferença do lugar.
Uruará: Os vereadores Zenilson, ex-PR, Macêdo, ex-PPS, ingressaram no PROS e tem grande expectativa de desempenhar um trabalho melhor junto a população local. 

 


Magno 
Novo Progresso: O vereador Magno Costa, eleito com 639 votos, saiu do PSDB e filiou-se ao PROS.
Na câmara, o vereador é ferrenho defensor do atual Prefeito Osvaldo Romanholi (PR), e já vinha enfrentando o constrangimento com os correligionários que o ajudou a eleger, para eles o vereador já tinha traído na eleição da presidência da Câmara Municipal, em janeiro de 2013.

Nego do Bento
Nego do Bento foi eleito vereador e na composição da Câmara, foi eleito como vice-presidente. Com o surgimento do PROS, o vereador Nego do Bento, deixou o PMDB e já está filiado ao novo partido. Como Novo Progresso é um município com características peculiares dada a existência de um grande número de famílias oriundas, os dois vereadores podem ter um papel importante no parlamento daquela localidade.

Sem dúvida, o deputado federal Dudimar Paxiúba, presidente regional e municipal do PROS, é uma grande referência política da região e com sua base, suas ações e seu jeito de fazer política representa o novo nesse contexto.

O maior problema do Brasil é a impunidade

Geralmente, diante dos crimes de corrupção, um dos males que assola o Brasil, cria-se uma comissão, depois de alguns anos um processo, daqui há  uns dez anos o julgamento, depois de vinte anos, no STF, será declarada a prescrição do crime e tudo fica como antes.

Um caso ou outro parece ser levado a sério.

Não poderia ser diferente, uma vez que gastamos muito mais com a construção de presídios e a permanência dos presos nesses espaços do que na educação.

Até quando suportaremos essa realidade?

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Tomar decisões e saber lidar com elas


Deputado Raad Massouh (PPL/DF) foi cassado, acusado de desviar recursos de uma emenda


Deputado Raad Massouh durante sessão na CLDF há duas semanas

O deputado Raad Massouh (PPL) foi cassado nesta quarta-feira (30/10), por 18 votos favoráveis. Massouh é acusado de desviar recursos públicos de uma emenda liberada por ele em 2010.

O resultado da votação de 23 deputados na Câmara Legislativa saiu por volta de 19h30. Na votação, 18 deputados foram favoráveis a cassação de Raad, três votaram pela não cassação e outros dois se abstiveram.

Resultados oficiais do Enem 2013; confira

Mariana Niederauer

Publicação: 29/10/2013 20:09 Atualização: 29/10/2013 20:25

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) divulgou, na noite desta terça-feira (29/10), os gabaritos oficiais do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2013. O resultado final será divulgado na primeira semana de janeiro de 2014. No total, mais de 5 milhões de candidatos fizeram a prova este ano.

Gabaritos do primeiro dia (Sábado - 26/10):

CADERNO AZUL

CADERNO AMARELO

CADERNO BRANCO

CADERNO ROSA

Gabaritos do segundo dia (Domingo - 27/10):

CADERNO AMARELO

CADERNO CINZA

CADERNO AZUL

CADERNO ROSA

O exame foi aplicado no último fim de semana. No sábado (26), os participantes responderam 90 questões de ciências humanas e suas tecnologias (história, geografia, filosofia e sociologia) e de ciências da natureza e suas tecnologias (química, física e biologia). No domingo (27/10), os participantes responderam outras 90 questões de linguagens, códigos e suas tecnologias (língua portuguesa, literatura, língua estrangeira, artes, educação física e tecnologias da informação e comunicação), assim como matemática e suas tecnologias, além da redação.

A redação será avaliada por dois corretores independentes. A discrepância entre as notas de ambos não poderá ultrapassar 100 pontos — no ano passado, o limite era de 200 pontos. Se houver discrepância superior a 100, a redação passará por um terceiro corretor. Caso a diferença permaneça, o texto será submetido a uma banca de especialistas. Redações com discrepâncias maiores que 80 pontos entre as competências avaliadas também serão analisadas por um terceiro corretor.
 
Fonte: Correio Braziliense, 29/10/13

Após assembleia, professores do Pará decidem manter greve


Paralisação já chega ao 37º dia. Sead diz que não tem dinheiro. MPE propôs acordo via assinatura de TAC.

Após assembleia realizada nesta quarta-feira (30), os professores da rede estadual de ensino do Pará decidiram manter a greve, iniciada há 37 dias no estado. Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará (Sintepp), serão acrescentados alguns pontos no Termo de Ajuste de Conduta (TAC) proposto pelo Ministério Público do Estado do Pará (MPE).

"Continua o impasse por não termos concordado com a proposta de jornada de trabalho apresentada pelo governo. Além disso, o governo não está apresentando um cronograma. Nós, entendemos que o governo tem condições de apresentar o pagamento do retroativo do piso salarial, mesmo que parcelado", afirmou um dos coordenadores do Sintepp, Matheus Ferreira.
saiba mais
Reunião entre governo e professores grevistas do PA termina sem acordo
Professores do PA participam de mais uma rodada de negociações
Em Belém, professores ocupam prédio da Seduc pelo segundo dia

Ainda de acordo com o sindicato que representa a categoria, está programada uma marcha de protesto na próxima sexta-feira (1º), em Belém. No dia 6, uma nova assembleia deve discutir os rumos da greve.

Na última terça-feira (29), ocorreu o quarto encontro entre os professores e o Governo do Estado mediado pelo MPE, quando propostas de ambas as partes foram reapresentadas. Os docentes do estado querem receber cerca de R$ 72 milhões referentes ao retroativo do piso, mas o governo diz que não tem dinheiro para pagar.

Falta dinheiro
A secretária de administração do estado explica que 46% da receita líquida do estado está comprometidos com folhas de pagamento. “O Fundo de Participação do Estado, que é uma das grandes fontes de receita, tem caído a cada mês. Calculamos uma perda de R$ 500 milhões somente dessa receita. Gostaria de lembrar que o estado compromete ainda 30% da receita somente dependente de FPE. Então com esse cenário econômico de incerteza, não dá para avançar em valores que signifiquem aumento na folha de pagamento”, explicou Alice Viana, da Sead.

“O que o governo apresentou foi a possibilidade de em abril do próximo ano apresentar um cronograma de pagamento. Não disse quando irá iniciar e se de fato eles vão apresentar, ainda está como possibilidade. A greve ser mantida, até porque essa proposta do governo não deve ser aceita na assembleia geral de amanhã”, disse Matheus Ferreira, do Sintepp.

Termo de Ajuste de Conduta
Diante do impasse, o Ministério Público do Pará propôs a assinatura de um Termo de Ajuste de Conduta (TAC), que reúne as principais propostas apresentadas pelos secretários de governo. No documento, entre as obrigações do estado, constam a criação, em trinta dias, de uma comissão permanente para discutir o calendário de pagamento do piso retroativo dos professores; a apresentação de um projeto de lei que garanta a implementação de jornada com hora-atividade no patamar mínimo de 25%, já que o valor atual é de 20%; e a adoção de medidas administrativas no sentido de garantir a extensão dos efeitos do Plano de. Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR) e a todos os trabalhadores da educação.

Pelo acordo, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará (Sintepp), terá de cumprir o calendário do ano letivo e fazer a reposição de aulas perdidas durante a paralisação.
 
Fonte: G1 PA, 30/10/13

Vale a pena ver de novo


Em Belém, professores da rede estadual decidem manter greve

A greve dos profissionais de educação da rede estadual de ensino no Pará continua por tempo indeterminado, segundo informou esta manhã, o coordenador geral do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Estado do Pará (Sintepp), Mateus Ferreira. Os trabalhadores estão reunidos em assembleia geral desde às 9 horas, em Belém. A decisão pela manutenção da paralisação foi unânime, segundo Ferreira.

A categoria discute ainda outras pautas como o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), apresentado pelo Ministério Público do Estado (MPE), durante o mais recente encontro com representantes do governo e os trabalhadores. Não houve acordo entre as partes, apesar de o governo anunciar que não haverá nenhum tipo de perda salarial à categoria com a implantação da lotação por jornada.

Os trabalhadores vão decidir ainda se aceitam ou não o documento proposto pelo MP.

A greve dos profissionais da educação dura 37 dias. Nesta quinta-feira (31), está prevista mais uma rodada de negociação. Em Santarém, os trabalhadores decidiram manter as paralisações periódicas. A classe no município não segue as diretrizes do Sintepp em Belém.
 
Fonte: Blog Quarto Poder, 30/10/13

Hoje, 30/10, professores farão assembléia em Belém para decidir sobre greve

Mais uma assembleia sem respostas de Jatene? A categoria tem que decidir!


Mesmo diante do sol escaldante de Belém, alunos, pais, técnicos e professores foram a Praça Pública para receber das mãos do Secretário Cláudio Ribeiro a resposta à pauta de reivindicação da categoria. Mas o encontro não aconteceu. A audiência entre Sintepp e governo Jatene, no MP/Belém, durou mais de 5 horas e NADA.

Pautas como jornada com regulamentação de aulas suplementares, PCCR Unificado e reforma nas escolas estiveram em pauta novamente, além de demandas especificas da categoria.

O detalhamento das pautas será feito na assembleia geral de hoje (30) a partir das 9h, no Ginásio dos Bancários, em Belém. 
Que o pacto que o governo estadual verdadeiramente tem com a educação? Haverá necessidade de novos concursos ou não? E debates ainda não estão disponíveis para nossa categoria.

Ciente de que o Governo do Pará não quer negociar, o SINTEPP, tem a seguinte programação:

Quarta – (30/10): Estado/subsedes: 9h – Assembleia geral, Ginásio dos Bancários.

Quinta – (31/10): Estado: Mobilização nas escolas.

Belém/específica: 9h – Assembleia geral Clube do Remo (Avenida Nazaré).
 
Pelo que se percebe os trabalhadores da educação não estão dispostos a acabar a greve, sem o atendimento as suas principais reivindicações, que são:
a)Jornada de trabalho com hora/atividade garantida; 
b)Pagamento retroativo do piso nacional do ano de 2011
c)Pagamento das aulas suplementares sem perdas ao longo da carreira; 
d)Unificação do PCCR (Plano de Cargos, Carreiras e remunerações)
d)Melhoria das condições físicas das escolas

Falar corretamente

Ter que? Ter de? No português moderno, tanto faz. Você escolhe: Tenho de estudar. Tenho que estudar.

É importante ter atitude


Cúpula da administração Kassab/PSD

é presa por investigação iniciada por Haddad

MÔNICA BERGAMO/COLUNISTA DA FOLHA

A CGM (Controladoria Geral do Município), criada pelo prefeito Fernando Haddad, realiza na manhã desta quarta-feira uma megaoperação para prender ex-funcionários da administração de seu antecessor, Gilberto Kassab (PSD), que são acusados de promover um rombo estimado em até R$ 500 milhões na Prefeitura de São Paulo.

A operação é realizada em conjunto com agentes do Ministério Público de São Paulo, da Polícia Federal e da Polícia Civil.

A suposta quadrilha teria atuado na Secretaria de Finanças, desde 2007.

Haddad e o Ministério Público devem detalhar a operação ainda na manhã desta quarta-feira.

O potencial político dos fatos é explosivo: Kassab é aliado da presidente Dilma Rousseff, do mesmo PT de Haddad, e está engajado em sua reeleição.

Ontem, a bancada de vereadores de seu partido, o PSD, se rebelou e votou contra o aumento de IPTU na cidade, num sinal de que, em São Paulo, os dois grupos podem caminhar para um rompimento.
 
Fonte: Folha de S Paulo, 30/10/13

NEPOTISMO: Juiz manda exonerar procuradora da Fundação Hemopa

Advogada é filha da diretora técnica da instituição. Presidenta do Hemopa, Luciana Maradei, é acusada de improbidade.
Luciana Maradei, Presidenta do Hemopa, está sendo processada por improbidade (Foto: Agência Pará)

O juiz Claudio Hernandes Silva Lima, da 3ª Vara da Fazenda Pública de Belém, determinou a imediata exoneração da advogada Bárbara Ribeiro Ferreira e Ferreira do cargo de procuradora da Fundação de Hemoterapia do Pará (Hemopa).

Segundo o juiz, a contratação foi irregular, já que se trata de nepotismo: Bárbara é filha da diretora técnica do Hemopa, Maria do Socorro Ribeiro Ferreira e Ferreira.

A liminar de Cláudio Hernandes foi concedida em Ação Civil Pública de Improbidade Administrativa ajuizada pelo promotor de Justiça Firmino de Araújo Matos, em 24 de setembro deste ano, contra Bárbara e a presidenta do Hemopa, Luciana Maradei.

A decisão do juiz é do último dia 21, mas só foi divulgada hoje pela Assessoria de Comunicação do Ministério Público Estadual.

Processo seletivo simulado
De acordo com a denúncia do promotor, Luciana assinou a contratação apesar de saber que Bárbara é filha de Maria do Socorro, e teria até simulado um processo seletivo, para justificar o ato.

“Agrava ainda mais a condição de Luciana Maria Cunha Maradei Pereira o fato de que tentou, nos autos do processo administrativo n. 2013/139796, caracterizar a contratação de Bárbara Ribeiro Ferreira e Ferreira como uma decisão dotada de caráter impessoal, tanto que ali fez inserir não apenas o curriculum vitae de sua protegida (fls. 61/62), mas também de outro jovem (fls. 63/64), para, ao final, deliberar da forma que já era esperada, ou seja, pela contratação de Bárbara Ferreira, filha de pessoa integrante do corpo diretivo da Fundação HEMOPA (fl. 65)”, escreveu Firmino.

A denúncia foi encaminhada ao MP pela cidadã Larissa Mayara Neves, que viu o contrato temporário da advogada no Diário Oficial do Estado, no último 15 de maio.

O MP instaurou Inquérito Civil e requisitou informações ao HEMOPA, que confirmou os laços de parentesco.

Prazo é de 10 dias
Ao conceder a liminar, o juiz Cláudio Hernandes fixou um prazo de 10 dias para que o Hemopa cumpra a decisão e exonere a advogada.

Na ACP, o promotor também pediu que Bárbara e Luciana sejam condenadas às sanções previstas na Lei de Improbidade Administrativa, que incluem o ressarcimento do erário e a suspensão dos direitos políticos por até cinco anos.

Leia a íntegra da denúncia do promotor: Clique Aqui

Fonte: Blog da Perereca, 29/10/13

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Enquanto uns querem Tchu...


Chuva forte de ontem à noite adiou bingo da Comunidade Nsª. Srª. do Bom Remédio

Grande movimentação para o bingo da Comunidade do Bom remédio, ontem à tarde, no Campo da Johyl

Ontem à tarde, 27/10, cerca de 20 mil pessoas foram ao campo da Johyl para o bingo da Comunidade Católica de Nossa Senhora do Bom Remédio, com farta distribuição de prêmios aos ganhadores. Por volta das 18:00h foi aberta a programação mas logo em seguida o tempo começou a mudar anunciando uma forte chuva.
Parte da multidão que compareceu ao bingo que gera grande expectativa

Quando tinham sido retiradas 30 bolas do globo, a Coordenação do Evento, avaliando que as condições do tempo não eram favoráveis e que grande parte dos compradores de cartelas estavam se retirando do local, resolveu adiar o bingo para o próximo domingo.

Esta foto mostram como foi grande a movimentação dos compradores de cartelas

A retirada da multidão, por força da chuva forte, foi rápida.  Depressa, a 10ª Rua da Bela Vista, ficou inundada em suas laterais e o trânsito ficou difícil.

A rápida retirada das pessoas, devido a chuva, como se observa nesta foto, causou certa preocupação

Muita gente que estava no local, acreditando que não choveria, acabou molhada e sem perspectiva retornou a sua residência. A saída foi dífícil e arriscada, porque nessas horas todos querem ocupar os mesmo espaços ao mesmo tempo.
O local do evento já estava esvaziado mesmo antes do anúncio do adiamento do bingo






PT contra PT

"Dilma privatizou rodovias, portos, aeroportos, o pré-sal e diz que não foi privatização. Não foi? Chamaram a Shell, a Total e as estatais chinesas para morder o nosso petróleo. É um processo de pilhagem." Serge Goulart, candidato da Esquerda Marxista, que defendeu a reestatização de todas as empresas privatizadas, no Encontro do PT, em Brasília

Fonte: Correio do Brasil, 27/10/13

sábado, 26 de outubro de 2013

Famosas na praia


Viviane Araújo

Talitha Morete, Repórter do “Faustão”, na Barra da Tijuca

Talitha Morete (esq.) na praia da Barra da Tijuca, no Rio

Susana Vieira antes do mergulho na praia com a amiga

Fabiana Frota fica de olho em seus dois "meninos" na praia da Barra da Tijuca, Rio de Janeiro

Ademir Andrade, Federal e Leonard Cabral, Estadual, esta é a dobradinha do PSB para 2014


Ademir Andrade e Leonard Cabral em dobradinha no PSB

Em sua campanha de fortalecimento o PSB, de Itaituba, recebeu a visita, na sexta-feira, 25/10, do Presidente do Partido, no Pará, ex-senador Ademir Andrade, que também visita outros municípios na região Oeste do Pará.

O evento político que contou a participação de filiados e simpatizantes, ocorreu no auditório da 19ª Seccional da policia Civil de Itaituba e serviu também para que fossem feitas novas filiações no PSB, sendo as fichas abonadas por Ademir Andrade e pela presidente local, em exercício, Horalícia Cabral.

Ao fazer uso da palavra o ex-senador Ademir Andrade anunciou oficialmente que seu partido em Itaituba, apoia a pré-candidatura à estadual do médico ortopedista Leonard Cabral. Ademir reiterou por diversas vezes a importância de eleger o jovem médico pela sua tradição familiar, seu conhecimento da região e pelo dinamismo e pea sua forte vinculação com a juventude.

Muita gente compareceu no auditório da Policia Civil para prestigiar o ato político


Para o secretário geral do Partido, advogado Emanuel Bentes com essa dobradinha política e com a entrada de significativo número de pessoas, o PSB cada vez mais consolida seu espaço político em Itaituba e região, já que ao contrário de outras siglas o PSB não vem sofrendo baixas com saída de filiados, mas sim ganhando novos membros.

Com informações e fotos do Blog do Nazareno Santos, 26/10/13

Candidatos ignoram regra, postam fotos do Enem nas redes e são eliminados

Instagram/Reprodução
Instagram/Reprodução

Alguns candidatos que estão fazendo a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) neste sábado (26/10) não lembraram ou não se importaram com o alerta dado pelo ministro da Educação, Aloizio Mercadante, de que não haveria tolerância para os participantes que divulgassem imagens do exame nas redes sociais.

Tanto no Instagram quanto no Twitter, vários usuários postaram fotos da prova (veja a imagem). Segundo o ministro, quem for pego postando fotos ou comentários será imediatamente eliminado e retirado da sala de prova.

"A fiscalização é realizada para que todas as pessoas possam fazer as provas nas mesmas condições. Não pode vazar informação, pois prejudica todos que estão fazendo as provas. É uma obrigação garantir o sigilo da prova", alertou o ministro. Mercadante lembrou que não é permitido manter celulares ou aparelhos eletrônicos ligados em sala de aula.

Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) alguns candidatos já foram identificados e eliminados. Eles não divulgaram quantos sofreram a penalidade até o momento. Ainda de acordo com o instituto, algumas imagem são montagens de provas anteriores. Uma equipe está avaliando quais as postagens são de candidatos que estão inscritos na prova deste ano.

Ontem (25/10), o ministro lembrou que, em 2012, o MEC expulsou 65 candidatos que postaram nas redes sociais fotos do cartão de respostas e da sala de provas, mesmo que em nenhuma delas havia fotos das questões da prova.
 
Fonte: Correio Braziliense, 26/10/13

É preciso compreender o olhar


Falta médico em cidade amazônica que oferece salário de até R$ 40 mil


Vista área do município de Pacajá, localizado às margens da transamazônica no sudoeste paraense

A prefeitura do município de Pacajá (355 km de Belém), localizado às margens da transamazônica no sudoeste paraense, oferece mais de R$ 40 mil para médicos que quiserem trabalhar por lá, mas mesmo assim não consegue completar o quadro mínimo de profissionais para atender a população.
 
 Segundo o secretário municipal de Saúde, Antônio Carlos Lima, somente quatro médicos trabalham na cidade de 39 mil habitantes e com extensão territorial de 11.832 km² --quase 1% do Estado do Pará --, segundo dados de 2010 do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

O município precisaria de pelo menos dez profissionais para atender à demanda da população, de acordo com o secretário, que tem formação em enfermagem.

"Temos quatro médicos, dois no hospital, que tem 30 leitos, e dois na UBS [Unidade Básica de Saúde], mas a cidade tem mais seis UBSs que ficam sem médicos. Quando é caso de urgência tem que procurar a unidade hospitalar", informou.
Chegada de cubanas

Dois dos profissionais citados pelo secretário chegaram à cidade pelo programa Mais Médicos em setembro. São médicas cubanas que atuam em unidades com estrutura simples e sem telefone e que, de acordo com Lima, estão tendo muito trabalho na localidade.
 
"A população está aceitando muito bem o trabalho delas, não há reclamações. Quem conversa com elas consegue compreender. Elas atendem umas 80 pessoas por dia", disse Lima, que não quis revelar o nome das médicas.

O município solicitou 13 médicos pelo programa federal, mas somente quatro foram selecionados – além das cubanas, outros dois médicos devem começar a trabalhar na cidade em 1º de novembro.

No programa do governo federal, instituído por lei sancionada nesta semana pela presidente Dilma Rousseff, os profissionais ganham uma bolsa mensal de R$ 10 mil, além de auxílios moradia, transporte e alimentação custeados pelo município onde vão atuar.

Segundo o Ministério da Saúde, Pacajá não foi contemplada com todos os médicos solicitados por não ter sido escolhida pelos profissionais que se inscreveram no programa. Os médicos que se inscrevem no Mais Médicos podem escolher até seis municípios em que gostariam de atuar, e os cubanos trabalham nas cidades renegadas.
 
R$ 20 a R$ 40 mil

Pelo município, os médicos que quiserem atuar nas UBSs, sem vínculo com o programa, recebem pelo menos R$ 20 mil. Se forem trabalhar no hospital local, recebem mais de R$ 40 mil.

"Precisamos de mais médicos para melhorar o atendimento e estamos buscando mais, mas é um processo. Com certeza vamos pedir mais para o governo", disse o secretário.

Mas o difícil acesso e a pouca estrutura de Pacajá são os maiores empecilhos para trazer médicos à região, admitem as autoridades locais.

Pacajá não tem aeroporto, o que permite acesso ao município somente por via terrestre. Também não há ônibus direto para lá. A grande maioria da população vive na zona rural (65,6%) e poucas são as residências que contam com saneamento básico considerado adequado (0,1%). O rendimento mensal das famílias é de apenas R$ 250 e a taxa de analfabetismo da população acima dos 15 anos é superior a 20%, segundo o IBGE.

"O salário não agrada a todos porque aqui é um pouco distante da capital e quem tem família se preocupa com o deslocamento e a estrutura", reclama Lima.

Os altos vencimentos oferecidos aos médicos de Pacajá são comuns em outros municípios do interior paraense, o que aumenta a equação de oferta e procura de médicos no Estado, de acordo com Edwilson Dias e Silva, assessor técnico do Cosems (Colegiado dos Secretários Municipais de Saúde do Estado do Pará).

"Noventa e nove por cento dos municípios paraenses pagam acima de R$ 10 mil para atender na UBS e mais de R$ 40 mil para quem realiza cirurgias, por isso esse salário [do programa Mais Médicos] não atrairia médicos brasileiros para o Estado", afirmou.

 

Falta o dobro

No entanto, de acordo com o secretário de Estado de Saúde Pública, Hélio Franco, os 7.000 médicos do Estado que trabalham nos hospitais públicos do interior ganham em média R$ 15 mil. Já na capital, o salário tende a ser menor, variando de R$ 7 mil a R$ 8 mil.

"Destes, 72% trabalham na região metropolitana. Por isso tínhamos que ter, no mínimo, 14 mil médicos no Estado", disse.

Questionado se vê no programa federal uma forma de conseguir ampliar a assistência médica no Estado, Franco disse que é preciso investir em médico e em equipamentos.

"Não é uma solução definitiva, mas é muito importante. Não adianta só colocar médico lá, mas tem que comprar material, insumos. O médico não é a salvação da saúde", disse.

Franco disse, ainda, que o Estado deve abrir 177 vagas para residência médica nas cidades de Santarém, Altamira, Belém e Bragança pelo programa Mais Médicos.

Fonte: Uol, 26/10/13

Na sua vida, quero ser o início de um começo sem fim

 "Não quero ser na sua vida o início de um fim nem o fim de um começo, quero ser o início de um começo sem fim."


sexta-feira, 25 de outubro de 2013

MEC vai eliminar candidato que postar foto do Enem em redes sociais


O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, afirmou que não haverá tolerância para candidatos que postarem fotos durante as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Segundo o ministro, a fiscalização será reforçada para evitar fraudes no exame. Uma equipe do Ministério da Educação (MEC) ficará responsável exclusivamente por monitorar as redes sociais. Quem for pego postando fotos ou comentários será imediatamento eliminado e retirado da sala de prova.

"A fiscalização é realizada para que todas as pessoas possam fazer as provas nas mesmas condições. Não pode vazar informação, pois prejudica todos que estão fazendo as provas. É uma obrigação garantir o sigilo da prova", alerta o ministro. Mercadante lembrou que não é permitido manter celulares ou aparelhos eletrônicos ligados em sala de aula. Os fiscais vão distribuir sacos para que o candidato coloque celulares, bonés, relógios e outros materiais proibidos. No ano passado, 65 candidatos foram eliminados por postarem fotos em redes sociais.

Mercadante também deu dicas para que os estudantes não enfrentem problemas durante as provas. Ele aconselha que o candidato verifique com antecedência os locais de prova e lembre de levar documento válido de identificação e o cartão de confirmação de inscrição no Enem. Não é permitido o uso de bonés, celulares, gravadores, mp3 e quaisquer equipamentos eletrônicos.

É preciso ficar atento ainda para os horários de aplicação das provas. Os portões abrem às 12h e as provas têm início às 13h, no horário oficial de Brasília. É importante lembrar que já está valendo o horário de verão.

Neste ano, dos 7,1 milhões de estudantes que se inscreveram para o Enem, 600 mil ainda não receberam ou não acessaram o cartão de confirmação em que consta o local de prova. O documento está disponível na internet, no site 
 
Fonte: Correio Braziliense, 26/10/13

Pensamentos negativos prejudicam as pessoas


Trabalhadores cobram ações do governo em Itaituba

Protesto foi acompanhado pelo deputado Zé Maria (PT), que ajudou a intermediar a negociação com órgãos governamentais
Cerca de 500 trabalhadores rurais interditaram a BR-163, na altura do Km 32, em Itaituba, Oeste do Pará, na última segunda-feira, 21 de outubro, para cobrar a realização de várias obras do Governo Federal e Estadual, conforme a pauta de reivindicações do movimento. O protesto foi acompanhado de perto pelo deputado Zé Maria (PT), que ajudou a intermediar a negociação com os órgãos governamentais. O movimento foi organizado pelo Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais do município e FETAGRI/Pa, com o apoio da Comissão Pastoral da Terra (CPT) e Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB).

A interdição ocorreu na segunda e terça-feira, impedindo o trafego no dois sentidos (Santarém e Novo Progresso). Segundo o parlamentar, os manifestantes reivindicam o cumprimento de uma agenda de regularização fundiária e demarcação de terras da área entorno ao Parque Nacional, com a criação de Assentamento de Reforma Agrária. “Vamos levar os anseios desses trabalhadores para o parlamento. Precisamos dar seguimento às ações que vão dar dignidade ao nosso povo”, disse Zé Maria que esteve no local desde o último domingo.

A morosidade na execução de várias políticas públicas por parte tanto do governo federal quanto do estadual travou, segundo os trabalhadores, a demarcação de terras e os processos de assentamento. De acordo com Zé Maria, o grupo exige a continuidade do Programa Luz Para Todos. “Entre os principais pontos está, também, a reinstalação da Unidade Avançada do Incra em Itaituba com autonomia financeira e efetiva implantação do Hospital Regional de Itaituba, que foi propagandeado pelo governo estadual. No local da obra do hospital existe apenas uma placa com o anúncio ‘dito e feito’ que na prática ficou apenas no dito”, explicou o parlamentar.

Após um extenso processo de negociação, os trabalhadores da região conseguiram garantir avanços no quarto contrato do Programa Luz para Todos. A Celpa se comprometeu em entregar até o dia 30 de novembro deste ano os postes e outros materiais para então iniciar as obras nas seguintes localidades: PA Ipiranga (vicinal 15, 20, 25 e 30) e nas comunidades Rainha, Santa Maria e Santa Luzia. Quanto ao quinto contrato, que atenderá as outras comunidades, ficou acordado que o mesmo será assinado até o final de novembro, com previsão de inicio das obras no primeiro semestre de 2014, segundo informações do Ministério de Minas e Energia, através do representante da Eletronorte Sr. Raimundo Marcelo F. Fernandes presente no ato.

Será realizada, ainda, uma reunião regional para debater sobre a inclusão de novos beneficiários na próxima etapa, com previsão de assinatura de contrato no segundo semestre de 2014. “Nesta terça-feira o Incra se comprometeu em designar uma equipe técnica para iniciar a demarcação da área do Parque, assim como o processo para criação do assentamento, com esses compromissos firmados, os manifestantes decidiram desobstruir a rodovia, mas permanecem acampados aguardando o cumprimento dos acordos sob nossa vigilância”, completou Zé Maria.

Fonte: O Impacto, 24/10/13

Deus está conosco!


quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Criação de municípios deve serguir critérios objetivos, diz Dilma

Segundo a presidente, o Brasil tem realidades distintas e o surgimento de municípios é necessário em alguns casos

A presidenta Dilma Rousseff disse nesta quinta-feira (24/10) que a criação de municípios deve seguir critérios técnicos objetivos para que não ocorram prejuízo à renda de outros municípios, criação de cidades inviáveis e jogo político durante o processo. Segundo ela, no entanto, o Brasil tem realidades distintas e o surgimento de municípios é necessário em alguns casos.

O plenário do Senado aprovou no dia 16 de outubro o Projeto de Lei Complementar 98/2002, que regulamenta a fusão, criação e desmembramento de municípios. Com as novas regras, 188 distritos passam a ter condição de se emancipar. Dilma explicou que o projeto de lei regulamenta a Emenda Constitucional nº 15, que congelou a criação de municípios até a definição de critérios nacionais. “Há situações em que [a criação de municípios] é francamente negativa, ou seja, ela diminui a renda dos outros municípios, cria municípios inviáveis, permite um jogo político de criação, mas tem outros em que é necessária. Há município no Brasil, em alguns casos, maior do que Estados europeus, por exemplo”, disse Dilma em entrevista à Rádio Itatiaia, de Belo Horizonte, nesta manhã.

A presidenta ressaltou que é importante a população saber que quando municípios são criados, os recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) são divididos por um grupo maior. “Não há acréscimo de recursos. O FPM, cujo montante total é distribuído proporcionalmente, cai e vai haver redução proporcional ao número de municípios. Os recursos não aumentam porque a população continua a mesma”. A presidenta disse que ainda não sabe como o texto chegará em suas mãos, mas considera essencial a presença de critérios objetivos para que possa sancioná-lo. “Tem de olhar com critério e cuidado, mas acho necessário critérios técnicos objetivos, que impeçam esse processo de criação sem fundamentação, que é o que todo mundo critica”.
 
Fonte: Correio Braziliense, 24/10/13

A verdade deve estar em primeiro lugar


quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Petrobras pagará Libra, sem aumento de combustível, diz Graça Foster

MARIANA SCHREIBER/ DE BRASÍLIA
A presidente da Petrobras, Graça Foster, disse nesta quarta-feira que a empresa tem recursos suficientes para pagar sua parte no bônus ao governo pela exploração do campo de Libra sem necessidade de reajustar o preço dos combustíveis. Ela disse também que não será necessário aporte da União na companhia.

O leilão do pré-sal foi vencido por um superconsórcio liderado por Petrobras (10%, mais os 30% obrigatórios), Shell (20%), Total (20%) e as chinesas CNPC e CNOOC (10% cada).

A estatal precisa bancar R$ 6 bilhões dos R$ 15 bilhões de bônus. O restante será pago pelas demais empresas do consórcio vencedor.

"A Petrobras tem caixa para pagar os R$ 6 bilhões sem reajuste [de combustível], sem precisar do Tesouro", disse Foster ao deixar o Ministério da Fazenda.

A presidente da estatal se reuniu por três horas com o ministro Guido Mantega, que é também presidente do conselho de administração da Petrobras. Segundo Foster, eles conversaram apenas sobre os investimentos em Libra e não discutiram o reajuste do preço interno dos combustíveis, que estão defasados em relação ao preço internacional.

"Não tem data, não tem data [para o reajuste]", disse.

Ela ressaltou que a empresa terá mais recursos gerados pelo aumento da produção nos próximos meses. Disse também que os investimentos iniciais em Libra não são expressivos.

"Nos primeiros dois, três anos, os investimentos de Libra não são expressivos, e a nossa produção começa a aumentar no quarto trimestre. Quem produz mais petróleo, produz mais geração operacional, precisa de buscar menos recurso no mercado", afirmou.

Foster argumentou que não poderia dar mais detalhes sobre os investimentos da estatal porque o resultado da companhia no terceiro trimestre sai na sexta-feira.

A Bíblia é sempre atual


Charge do Correio Braziliense satiriza venda do Campo de Libra em leilão

 (Cicero/CB/D.A Press)