Pesquisar este blog

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Renan não é mais o franco favorito a eleição do Senado



O senador Renan Calheiros, potencial presidente da casa, na "corda bamba" 

O Senador Renan Calheiros, que acaba de ser denunciado criminalmente ao STF pelo Procurador-Geral da República, é o favorito para ser o próximo presidente do Senado. Somente uma mobilização gigantesca pode impedir que ele seja eleito e assuma o posto. 

A última vez que Renan Calheiros foi Presidente do Senado, em 2007, ele teve que renunciar após sérias denúncias de que um lobista pagava suas despesas pessoais, paralisando o Senado por meses. A denúncia agora é que para se defender daquelas acusações ele apresentou notas falsas. Após a aprovação da lei da Ficha Limpa e do julgamento do Mensalão o país precisa deixar claro que não aceita mais que a moralidade pública fique em segundo plano. 

Antes da denúncia ao STF, Renan era franco favorito, mas agora está surgindo uma forte articulação entre os Senadores contra sua candidatura e uma mobilização popular gigantesca nas próximas 24 horas, antes da eleição na sexta-feira, pode enterrar de vez os Planos de Renan. 

O Brasil precisa de uma nova lei de imprensa!

Franklin Martins, defende a regulação do setor

Já está na hora do Brasil ter uma lei de imprensa semelhante a dos EUA e a da Europa que, inclusive, já querem revê-la para torná-la ainda mais democrática. Por que aqui não?

A imprensa brasileira se constituiu, ao longo do tempo, num poderoso monopólio que derrubou presidentes e facilitou a chegada de outros ao poder. É um grupo que ficou conhecido como o 4° poder, depois do executivo, legislativo de judiciário e está vinculado aos interesses do grande capital internacional , dos especuladores da bolsa de Wall Street, da City e de Londres.

Essas organizações publicam toda sorte de baixezas, corrompem os jovens, incitam ao sexo precoce, projetam grandes eventos "musicais" à céu aberto, onde bandas de guitarristas drogados levam os jovens à loucura. Não se ouve da parte deles reprovação a esses encontros danosos à saúde física e psíquica dos jovens, prisioneiros da propaganda ardilosa, multicolorida e sedutora.

É difícil, hoje, nesse contexto dominado pelos grandes meios de comunicação, educar um jovem no Brasil. Ele está cercado de toda sorte de atrações sedutoras, apelando para seus instintos mais primitivos e básicos.

A má vontade dos diários conservadores paulistas e cariocas, cristaliza-se de forma a evidenciar, segundo analistas políticos, a existência de um cartel formado com o objetivo de atuar como um partido político não convencional.

Franklin Martins, ex-ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, editou um projeto-de-lei que determina parâmetros para que a concentração de poder neste segmento, no país, não seja alvo de novos escândalos, como aquele noticiado pela organização não governamental Repórteres Sem Fronteiras, com sede em Paris, que aponta a existência, no Brasil, de 30 berlusconis, referindo-se ao capo da mídia italiana.

Segundo o relatório da RSF, divulgado na semana passada, o Brasil é “o país dos 30 Berlusconis”, numa crítica à concentração dos veículos de comunicação do país em poucas mãos. “O Brasil apresenta um nível de concentração de mídia que contrasta totalmente com o potencial de seu território e a extrema diversidade de sua sociedade civil”, analisa a ONG de defesa da liberdade de imprensa. “O colosso parece ter permanecido impávido no que diz respeito ao pluralismo, um quarto de século depois da volta da democracia”, destaca a RSF.

O relatório foi composto após visitas de membros da ONG a Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro. Segundo o RSF, “a topografia midiática do país que vai receber a Copa do Mundo de 2014 e a Olimpíada de 2016 pouco mudou nas três décadas que sucederam a ditadura militar de 1964-1985″. O documento destaca que as 10 maiores companhias de mídia do país estão baseadas em São Paulo ou Rio de Janeiro, o que “enfraquece a mídia regional”.

“A independência editorial da mídia impressa e transmitida e minada pela pesada dependência de propaganda do governo e suas agências”, analisa o relatório, que destaca que, em 2012, houve 11 jornalistas mortos no país. Segundo a ONG, um dos problemas endêmicos do setor da informação no Brasil é a figura do magnata da imprensa, que “está na origem da grande dependência da mídia em relação aos centros de poder”. “Dez principais grupos econômicos, de origem familiar, continuam repartindo o mercado da comunicação de massas”, lamenta a RSF.

Portanto, o Brasil precisa, urgentemente, ter uma lei que regulamente a existência da sua imprensa, dos grandes veículos de comunicação e que a elaboração desta lei envolva todas as partes interessadas.

Um País que avança na construção e consolidação de um projeto de desenvolvimento que represente os interesses da maioria de seu povo não pode se tornar refém de uma imprensa que caminha na direção oposta.

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Vamos cuidar melhor da Saúde!

MATÉRIA
Conheça dicas para evitar o mau hálito
Evitar certos alimentos é o primeiro passo para prevenir o mal

MATÉRIA
Sete alimentos que ajudam a combater o mau hálito
Na impossibilidade de fazer a limpeza bucal, recorra a alguns truques

MATÉRIA
Veja como prevenir o mau hálito
Determinados alimentos, condições de saúde e hábitos pessoais provocam o problema

MATÉRIA
Dormir mal pode te impedir de emagrecer
Poucas horas de sono afetam a atividade de dois hormônios que controlam o apetite

MATÉRIA
11 dicas práticas para acelerar o metabolismo
Saiba quais alimentos e hábitos podem ajudar no processamento das calorias

MATÉRIA
Como acelerar o metabolismo?
Comer mais vezes ao dia, mais rápido queima calorias

MATÉRIA
Papanicolau poderá detectar câncer de ovário e de endométrio
Cientistas afirmam que nova técnica não altera o método tradicional do exame

MATÉRIA
Papanicolau aumenta chance de cura de câncer de colo do útero
Taxa de sobrevivência passa de 66% para 92%

MATÉRIA
Conheça os benefícios e os avanços do exame preventivo ginecológico
O teste é valioso na detecção do câncer de colo uterino

Mercadante prevê alternativa a piso do magistério

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, disse nesta terça-feira, que é preciso 'construir uma alternativa' para estabelecer um novo piso nacional de salários para o magistério. Durante palestra no Encontro Nacional com Novos Prefeitos e Prefeitas, em Brasília, Mercadante afirmou que 'há problemas na forma como a lei foi aprovada'.

'É muito importante que nós tenhamos um piso que seja compatível com a capacidade de pagamento dos governos municipais e estaduais', disse aos novos gestores. 'Na minha avaliação, uma lei tanto será melhor se for pactuada entre governantes e professores. Ela, como está, ao longo dos anos, tensiona as contas'.

No início deste ano, o MEC anunciou que todos os professores da rede pública receberão, no mínimo, R$ 1.567, para uma jornada de 40 horas semanais. Atualmente, a menor remuneração dos professores é de R$ 1.451. A regulamentação do piso do magistério foi aprovada pelo Congresso sob críticas de que poderia quebrar os governos municipais e estaduais.

Segundo Mercadante, há um entendimento entre associações de professores e de secretários de Educação para modificar a legislação. Para tanto, é preciso que os parlamentares aprovem um novo projeto.

Fonte: Valor Online, 29/01/13
 

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Projeto visa facilitar inclusão no Simples


29/01/2013 - Economia
O valor movimentado pelas empresas, na opinião de Gim (PTB-DF), deve ser o único parâmetro de inclusão no Simples Nacional, regime tributário simplificado para micro e pequenas empresas. Hoje o Estatuto da Micro e Pequena Empresa especifica setores que podem e que não podem aderir.
“Temos que facilitar para
o pequeno empresário”, 
diz Gim
Gim é relator, na Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT), de projeto que busca incluir novas categorias profissionais no regime. De autoria do ex-senador Osmar Dias, o PLS 242/07 tramita com sete outras proposições. A análise de todas recomeçou após requerimento para tramitação conjunta. Na Comissão de Educação e Cultura (CE), foi aprovado substitutivo de Ana Amélia (PP-RS).
Gim acredita que um dos motivos da demora na tramitação é a discussão sobre a inclusão ou não de categorias. Na opinião dele, o estatuto não deve trazer um rol taxativo.
— Nós temos que facilitar para o pequeno empresário. É por isso que sou a favor de incluir um valor, e as categorias que movimentarem até aquele valor podem fazer parte do Simples — explicou.
O senador disse que pretende entregar o relatório logo após o Carnaval. O texto está sendo analisado pela consultoria legislativa para a definição do valor limite. Gim ressalta que é preciso cautela para não abalar a economia do país.
Depois da CCT, as propostas ainda vão passar pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), antes de irem a Plenário.
Fonte: Jornal do Senado, 29/01/13

Felicidade...


Globo, BBB e valores na opinião de Veríssimo!


segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

De volta pra minha Terra!

Domingo, por volta de uma e meia da madrugada, o avião da Gol, aterrisou no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. Um grupo de passageiros bateu palmas! era a felicidade por está, outra vez, em solo brasileiro!

Depois de uma pequena estada na Argentina, retornar ao Brasil era tudo que eu mais queria! Era o meu sentimento de brasilidade falando mais alto!

Deus é a fonte da minha existência!


Sim, eu amo Deus. Ele é a fonte de minha existência, é meu Salvador. Ele me sustenta a cada dia. Sem Ele eu não sou nada, mas com Ele eu posso todas as coisas através de Jesus Cristo, que me fortalece. 

(Filipenses 4:13) 

Falando de BBB!


Que me perdoem os ávidos telespectadores do Big Brother Brasil (BBB), produzido e organizado pela nossa distinta Rede Globo, mas conseguimos chegar ao fundo do poço. A nova edição do BBB é uma síntese do que há de pior na TV brasileira. Chega a ser difícil encontrar as palavras adequadas para qualificar tamanho atentado à nossa modesta inteligência. 

Dizem que Roma, um dos maiores impérios que o mundo conheceu, teve seu fim marcado pela depravação dos valores morais do seu povo, principalmente pela banalização do sexo. O BBB é a pura e suprema banalização do sexo.

Luís Fernando Veríssimo
Cronista e escritor

Impossível assistir ver este programa ao lado dos filhos. Gays, lésbicas, heteros...todos na mesma casa, a casa dos “heróis”, como são chamados por Pedro Bial. Não tenho nada contra gays, acho que cada um faz da vida o que quer, mas sou contra safadeza ao vivo na TV, seja entre homossexuais ou heterossexuais. O BBB é a realidade em busca do IBOPE.

Veja como Pedro Bial tratou os participantes do BBB . Ele prometeu um “zoológico humano divertido” . Não sei se será divertido, mas parece bem variado na sua mistura de clichês e figuras típicas. 

Pergunto-me, por exemplo, como um jornalista, documentarista e escritor como Pedro Bial que, faça-se justiça, cobriu a Queda do Muro de Berlim, se submete a ser apresentador de um programa desse nível. Em um e-mail que recebi há pouco tempo, Bial escreve maravilhosamente bem sobre a perda do humorista Bussunda referindo-se à pena de se morrer tão cedo. Eu gostaria de perguntar se ele não pensa que esse programa é a morte da cultura, de valores e princípios, da moral, da ética e da dignidade. 

Outro dia, durante o intervalo de uma programação da Globo, um outro repórter acéfalo do BBB disse que, para ganhar o prêmio de um milhão e meio de reais, um Big Brother tem um caminho árduo pela frente, chamando-os de heróis. Caminho árduo? Heróis? São esses nossos exemplos de heróis? Caminho árduo para mim é aquele percorrido por milhões de brasileiros, profissionais da saúde, professores da rede pública (aliás, todos os professores) , carteiros, lixeiros e tantos outros trabalhadores incansáveis que, diariamente, passam horas exercendo suas funções com dedicação, competência e amor e quase sempre são mal remunerados. 

Heróis são milhares de brasileiros que sequer tem um prato de comida por dia e um colchão decente para dormir, e conseguem sobreviver a isso todo dia. 

Heróis são crianças e adultos que lutam contra doenças complicadíssimas porque não tiveram chance de ter uma vida mais saudável e digna. Heróis são inúmeras pessoas, entidades sociais e beneficentes, Ongs, voluntários, igrejas e hospitais que se dedicam ao cuidado de carentes, doentes e necessitados (vamos lembrar de nossa eterna heroína Zilda Arns). 

Heróis são aqueles que, apesar de ganharem um salário mínimo, pagam suas contas, restando apenas dezesseis reais para alimentação, como mostrado em outra reportagem apresentada meses atrás pela própria Rede Globo. 

O Big Brother Brasil não é um programa cultural, nem educativo, não acrescenta informações e conhecimentos intelectuais aos telespectadores, nem aos participantes, e não há qualquer outro estímulo como, por exemplo, o incentivo ao esporte, à música, à criatividade ou ao ensino de conceitos como valor, ética, trabalho e moral. São apenas pessoas que se prestam a comer, beber, tomar sol, fofocar, dormir e agir estupidamente para que, ao final do programa, o “escolhido” receba um milhão e meio de reais. E ai vem algum psicólogo de vanguarda e me diz que o BBB ajuda a "entender o comportamento humano". Ah, tenha dó!!!

Veja o que está por de tra$$$$$ $$$$ do BBB: José Neumani da Rádio Jovem Pan, fez um cálculo de que se vinte e nove milhões de pessoas ligarem a cada paredão, com o custo da ligação a trinta centavos, a Rede Globo e a Telefônica arrecadam oito milhões e setecentos mil reais. Eu vou repetir: oito milhões e setecentos mil reais a cada paredão. 

Já imaginaram quanto poderia ser feito com essa quantia se fosse dedicada a programas de inclusão social, moradia, alimentação, ensino e saúde de muitos brasileiros? (Poderia ser feito mais de 520 casas populares; ou comprar mais de 5.000 computadores) 

Essas palavras não são de revolta ou protesto, mas de vergonha e indignação, por ver tamanha aberração ter milhões de telespectadores. Em vez de assistir ao BBB, que tal ler um livro, um poema de Mário Quintana ou de Neruda ou qualquer outra coisa..., ir ao cinema...., estudar... , ouvir boa música..., cuidar das flores e jardins... , telefonar para um amigo... , ·visitar os avós... , pescar..., brincar com as crianças... , namorar... ou simplesmente dormir. Assistir ao BBB é ajudar a Globo a ganhar rios de dinheiro e destruir o que ainda resta dos valores sobre os quais foi construído nossa sociedade.

 Esta crônica está sendo divulgada pela internet a milhões de e-mails.

Preconceito quanto a cor!

Um homem negro entra em um bar e um homem branco diz: “Não permito pessoas de cor aqui!"
O negro diz:"Eu nasci preto. Quando estou congelando de frio, eu sou negro. Quando estou doente, eu sou negro. Quando estiver morto, estarei negro. Já você, quando nasce, é rosa, quando está congelando é azul, quando está envergonhado, fica vermelho e quando morrer, ficará roxo. Eu é que sou a pessoa de cor?" 

Sete hábitos que evitam o mau hálito

Escovar os dentes é a principal medida contra o problema, mas existem outros cuidados

POR LAURA TAVARES - PUBLICADO EM 22/09/2012Share on emailShare on facebookShare on twitt

Escovar os dentes após cada refeição é requisito básico para evitar o mau hálito. Mesmo assim, a maior parte das pessoas já passou por algum aperto por conta da halitose, como o problema é chamado pelos profissionais. De acordo com o dentista Marcos Moura, presidente da Associação Brasileira de Halitose (ABHA), o mau hálito pode ser um alerta de que o organismo não está equilibrado ou de que a higiene não está sendo feita corretamente.

O problema ainda tem impacto social, causando constrangimento tanto ao portador, que evita o contato com outras pessoas, quanto a quem está por perto e fica sem jeito de manifestar incômodo e buscar distância do mau cheiro. Hábitos que evitam a situação, entretanto podem ser empregados sem muita dificuldade e afastar momentos inconvenientes. No Dia Internacional do Mau Hálito, aproveite para saber mais sobre o assunto.

  • Homem comendo sanduíche - Foto Getty Images
  • Homem bebendo água - Foto Getty Images
  • Mulher com raspador de língua - Foto Getty Images
  • Mulher comendo maçã - Foto Getty Images
  • Chiclete sem açúcar - Foto Getty Images
  • Homem usando fio dental - Foto Getty Images
  • Consulta médica - Foto Getty Images
DE 7
Homem comendo sanduíche - Foto Getty Images

Coma de três em três horas

Em jejum, o organismo começa a queimar gordura armazenada para obter energia. "Nessa reação, há liberação de compostos à base de enxofre, que é absorvido pela corrente sanguínea e, via pulmonar, expelido na respiração", afirma o dentista Marcos. Segundo o especialista, essa é uma halitose considerada sistêmica, pois não tem relação com as condições bucais do paciente. Por isso, fazer três grandes refeições ao longo do dia, intercaladas com lanchinhos, é uma boa estratégia para evitar o mau hálito, além de ser fundamental para uma dieta equilibrada.
VER TEXTO COMPLETO

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Amar as pessoas ou as coisas?


Ansiedade!

"Ansiedade não esvazia o seu amanhã de tristezas mas sim o seu hoje de forças. Forças que você precisa para criar uma solução e executá-la. Ansiedade lhe faz viver o mesmo problema mil vezes antes dele acontecer. Ela lhe faz temer algo que só existe dentro da sua imaginação."
 
Colaboraçao de Conceiçao Sousa - Itaituba/PA.

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Buenos Aires, uma cidade linda, acolhedora e espaço de construçao da educaçao!

 Edifício, na praça da Constituiçao, no bairro de SanTelmo 
 
Há duas semanas estou em Buenos Aires, estudando numa das melhores Universidades, a John Kennedy, onde faço doutorado em Psicologia Social.
 
Anézio, com a professora Dra. Edith Barinaga, de Dinâmica Grupal, em jan/13, mês do calor
 
Como sou um dos pioneiros da Transamazônica, a princípio defenderei uma tese que vai contextualizar o Projeto de Colonizaçao do Governo Federal, implantado no ínicio da década de 1970, diga-se de passagem, tarefa nada fácil, pelo tamanho do desafio.
 
Dra. Martha Biagi, minha provável orientadora de tese e Adriano, colega de turma
 
Nao é facil se deslocar do Brasil pra estudar na Argentina mas é muito gratificante. Ao mesmo tempo em que assimilamos os conhecimentos relativos ao curso escolhido, também interagimos com brasileiros de outras regioes do País, com nossos irmaos argentinos e com pessoas que vem de outros países.
 
Num jantar, com parte da turma, em julho passado
 
A Argentina é referencia mundial no campo da psicologia e da psicanálise. Seu povo é muito dedicado a formaçao escolar e o país, pelos seus costumes e estilos de arquitetura, tornou-se um pedaço da Europa na América do Sul.

 Anézio, nas dependências da Universidade Kennedy, em julho/12, mês de frio intenso
 
Aprendemos uma nova língua, conhecemos outras realidades e ampliamos nossos horizontes!

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

PGR pede ao Supremo suspensão de parte do novo Código Florestal

A implementação do novo Código Florestal (Lei 12.651/12) pode ser suspensa caso o Supremo Tribunal Federal (STF) reconheça a inconstitucionalidade de diversos artigos apontada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) .
Desmatamento na Amazônia: para Procuradoria-Geral da República, novo Código Florestal relaxa proteção ambiental


Em três ações diretas de inconstitucionalidade protocoladas na segunda-feira, a PGR considera inconstitucionais os dispositivos que flexibilizam regras sobre as áreas de preservação permanente (APPs) e de reserva legal e os que regularizam áreas desmatadas ilegalmente.

Caso o STF acate a solicitação da PGR, os artigos questionados podem ser suspensos até o julgamento final das ações.

Para a PGR, o novo Código Florestal reduz a proteção e coloca em risco as APPs, “criadas para preservar a diversidade e a integridade do meio ambiente brasileiro”.

A possibilidade de computar as APPs como reserva legal foi outro aspecto questionado pela PGR. Para o órgão, essas são áreas “com funções ecossistêmicas diferentes, que, juntas, ajudam a conferir sustentabilidade às propriedades rurais”.

Multas

A PGR também discorda do fim das multas para os desmatamentos feitos até 22 de julho de 2008, incluído na nova lei para proprietários que aderirem a programas de regularização ambiental.

Para a procuradora-geral da República em exercício, Sandra Cureau, responsável pela elaboração das ações, ao excluir o dever de pagar multas e impedir a aplicação de sanções penais, o novo Código Florestal fere a ­Constituição.

“O processo legislativo foi dominado por propostas que tinham como pano de fundo um único objetivo: desonerar os proprietários rurais dos deveres referentes à proteção das florestas e, ainda, ‘anistiar’ ilegalidades antes cometidas”, avalia Sandra Cureau.

Delimitação

Entre os dispositivos que a PGR quer ver revogados, está a delimitação de APPs. Para o órgão, a nova lei reduziu a proteção ambiental ao determinar que a faixa de mata ao longo dos rios deve ser delimitada a partir do leito regular, e não no nível mais alto do rio, como estava previsto no antigo código.

A PGR quer ver revogada a possibilidade de intervenção em mangues e restingas para implantação de projetos habitacionais e a permissão do uso agrícola de várzeas. Também pede mudança na lei para assegurar proteção de nascentes e olhos d’água intermitentes.

O órgão também quer que a possibilidade de retirada de vegetação nativa em APP para casos de utilidade pública e interesse social seja condicionada à inexistência de alternativa técnica.

 
Indefinição é o pior cenário para o campo, diz Rollemberg

“Precisamos concluir o processo [de reforma] do Código Florestal, com regras claras e definitivas, para que o governo possa implantar o Cadastro Ambiental Rural (CAR) e os produtores possam regularizar suas áreas”, disse Rodrigo Rollemberg (PSB-DF), ao comentar as ações diretas de inconstitucionalidade levadas pela Procuradoria-Geral da República ao Supremo Tribunal Federal.

A PGR considerou inconstitucionais dispositivos do novo código que flexibilizam regras para áreas de preservação permanente e de reserva legal e que reduzem punições por desmatamentos ilegais. O órgão pede a suspensão dos artigos questionados até o julgamento final das ações.

Para Rollemberg, uma situação de indefinição sobre as regras previstas no código seria “o pior cenário” para os produtores rurais. Ele reconhece que a PGR cumpre seu papel ao recorrer ao Supremo por entender que o código fere a Constituição, mas o senador lembra que caberá ao STF a palavra final. Assim, ele teme que a apresentação das ações interrompa a ­implementação da lei.

O governo anunciou para maio a liberação do CAR, hoje em fase de testes. Todos os produtores serão obrigados a cadastrar propriedades, sendo esse o primeiro passo para a regularização ambiental.

Os pontos questionados

Veja, abaixo, os dispositivos do novo Código Florestal que a Procuradoria-Geral da República considera inconstitucionais

Art. 3º, XIX: não garante o nível máximo de proteção ambiental para faixas marginais de leitos de rio

Art. 3º, § único: equipara tratamento dado à agricultura familiar e pequenas propriedades àquele dirigido às propriedades com até quatro módulos fiscais

Art. 3º, VIII e IX; art. 4º §§ 6º e 8º: permite intervenção ou retirada de vegetação nativa em área de preservação permanente; não prevê que intervenção em área de preservação permanente por interesse social ou utilidade pública seja condicionada à inexistência de alternativa técnica; permite intervenção em área de preservação permanente para instalação de aterros sanitários; permite uso de áreas de preservação permanente às margens de rios e no entorno de lagos e lagoas naturais para implantação de atividades de aquicultura

Art. 8º, § 2º: permite intervenção em mangues e restingas para implementação de projetos habitacionais

Art. 4º, § 5º: permite o uso agrícola de várzeas

Art. 4º, IV: exclusão da proteção das nascentes e dos olhos d´água intermitentes

Art. 4º, §§ 1º e 4º: extingue as áreas de preservação permanente no entorno de reservatórios artificiais que não decorram de barramento; extingue as áreas de preservação permanente no entorno de reservatórios naturais ou artificiais com superfície de até 1 hectare

Art. 4º, III: equipara áreas de preservação permanente a reservatórios artificiais localizados em áreas urbanas ou rurais e não estipula metragem mínima a ser observada

Art. 5º: reduz largura mínima das áreas de preservação permanente no entorno de reservatórios d’água artificiais

Art. 7º, § 3º: permissão de novos desmatamentos sem que haja recuperação dos já realizados irregularmente

Art. 11: permite manejo florestal sustentável e exercício de atividades agrossilvipastoris em áreas com inclinação entre 25º e 45º

Art. 12, §§ 4º, 5º, 6º, 7º e 8º: redução da reserva legal em virtude da existência de terras indígenas e unidades de conservação no território municipal; dispensa de constituição de reserva legal por empreendimentos de abastecimento público de água e tratamento de esgoto, bem como por detentores de concessão, permissão ou autorização para explorar energia elétrica e nas áreas adquiridas ou desapropriadas para implantação e ampliação da capacidade de ferrovias e rodovias

Art. 13, §1º: permissão de instituição de servidão ambiental

Art. 15: autorização para cômputo de áreas de preservação permanente no percentual de reserva legal

Art. 17, § 7º: permite a continuidade de exploração econômica de atividade instalada ilicitamente e exime, injustificadamente, o degradador do dever de reparação do dano ambiental

Art. 28: necessidade de conferir interpretação conforme Constituição

Art. 48, § 2º e art. 66, §§ 5º e 6º, II, III e IV: compensação da reserva legal sem que haja identidade ecológica entre as áreas, e da compensação por arrendamento ou pela doação de área localizada no interior de unidade de conservação a órgão do poder público

Art. 59, §§ 4º e 5º: estabelecimento de imunidade à fiscalização e anistia de multas

Arts. 61-A, 61-B, 61-C e 63: permitem a consolidação de danos ambientais decorrentes de infrações à legislação de proteção às áreas de preservação permanentes, praticados até 22 de julho de 2008

Art. 66, § 3º: permissão do plantio de espécies exóticas para recomposição da reserva legal

Art. 67: concede uma completa desoneração do dever de restaurar as áreas de reserva legal, premiando injustificadamente aqueles que realizaram desmatamentos ilegais

Art. 68: prevê a consolidação das áreas que foram desmatadas antes das modificações dos percentuais de reserva legal

Art. 78: prevê que, mesmo após a injustificada moratória de cinco anos, bastará estar inscrito no Cadastro Ambiental Rural para ter livre acesso ao crédito agrícola.

Fonte: Jornal do Senado, 22/01/2013

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

PARA QUÉ EL VINO, AMIGOS MÍOS...

¿Para qué el vino, amigos míos,
si allí la luna, en las aguas, ebria, se despliega?
Id a la orilla y sed de ella, dulcemente enajenada
en su propio vals antiguo
de velos de silencio que se igualan al fin, tenues, a la
arena… Sed de ella que ya el eucaliptus está en ella, más
pálido. Y acaso, acaso, un momento perdidos, amigos míos,
os encontraréis de la mano, luego, en el centro de la
danza profunda,
figuras intercambiables e increiblemente ligeras, al
cabo, de la danza…
¿Para qué el vino, entonces, si así seríais más ligeros?

sábado, 19 de janeiro de 2013

Silêncio, Clarice vai falar!

Já escondi um AMOR com medo de perdê-lo, já perdi um AMOR por escondê-lo.
Já segurei nas mãos de alguém por medo, já tive tanto medo, ao ponto de nem sentir minhas mãos.
Já expulsei pessoas que amava de minha vida, já me arrependi por isso.
Já passei noites chorando até pegar no sono, já fui dormir tão feliz, ao ponto de nem conseguir fechar os olhos.
Já acreditei em amores perfeitos, já descobri que eles não existem.
Já amei pessoas que me decepcionaram, já decepcionei pessoas que me amaram.
Já passei horas na frente do espelho tentando descobrir quem sou, já tive tanta certeza de mim, ao ponto de querer sumir.
Já menti e me arrependi depois, já falei a verdade e também me arrependi.
Já fingi não dar importância às pessoas que amava, para mais tarde chorar quieta em meu canto.
Já sorri chorando lágrimas de tristeza, já chorei de tanto rir.
Já acreditei em pessoas que não valiam a pena, já deixei de acreditar nas que realmente valiam.
Já tive crises de riso quando não podia.
Já quebrei pratos, copos e vasos, de raiva.
Já senti muita falta de alguém, mas nunca lhe disse.
Já gritei quando deveria calar, já calei quando deveria gritar.
Muitas vezes deixei de falar o que penso para agradar uns, outras vezes falei o que não pensava para magoar outros.
Já fingi ser o que não sou para agradar uns, já fingi ser o que não sou para desagradar outros.
Já contei piadas e mais piadas sem graça, apenas para ver um amigo feliz.
Já inventei histórias com final feliz para dar esperança a quem precisava.
Já sonhei demais, ao ponto de confundir com a realidade... Já tive medo do escuro, hoje no escuro "me acho, me agacho, fico ali".
Já cai inúmeras vezes achando que não iria me reerguer, já me reergui inúmeras vezes achando que não cairia mais.
Já liguei para quem não queria apenas para não ligar para quem realmente queria.
Já corri atrás de um carro, por ele levar embora, quem eu amava.
Já chamei pela mamãe no meio da noite fugindo de um pesadelo. Mas ela não apareceu e foi um pesadelo maior ainda.
Já chamei pessoas próximas de "amigo" e descobri que não eram... Algumas pessoas nunca precisei chamar de nada e sempre foram e serão especiais para mim.
Não me dêem fórmulas certas, porque eu não espero acertar sempre.
Não me mostre o que esperam de mim, porque vou seguir meu coração!
Não me façam ser o que não sou, não me convidem a ser igual, porque sinceramente sou diferente!
Não sei amar pela metade, não sei viver de mentiras, não sei voar com os pés no chão.
Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma pra SEMPRE!
Gosto dos venenos mais lentos, das bebidas mais amargas, das drogas mais poderosas, das idéias mais insanas, dos pensamentos mais complexos, dos sentimentos mais fortes.
Tenho um apetite voraz e os delírios mais loucos.
Você pode até me empurrar de um penhasco q eu vou dizer:
- E daí? EU ADORO VOAR!

Clarice Lispector

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Não sei se a vida é longa

"Não sei se a vida é curta ou longa para nós, mas sei que nada do que vivemos tem sentido, se não tocarmos o coração das pessoas. Muitas vezes basta ser: colo que acolhe, braço que envolve, palavra que conforta, silencio que respeita, alegria que contagia, lágrima que corre, olhar que acaricia, desejo que sacia, amor que promove. E isso não é coisa de outro mundo, é o que dá sentido à vida. É o que faz com que ela não seja nem curta, nem longa demais, mas que seja intensa, verdadeira, pura enquanto durar. Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina."
(Cora Coralina)

Colaboração de Conceição Sousa - Itaituba(PA)

domingo, 6 de janeiro de 2013

Quem fez a prova do Enem já pode se inscrever no Sisu

As inscrições serão abertas nesta segunda-feira

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) abre as inscrições a partir desta segunda-feira (7) até a próxima sexta-feira (11) para os estudantes que prestaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O sistema oferece 129.279 vagas em 3.751 cursos oferecidos em 101 instituições públicas de ensino superior.

Podem concorrer às vagas todos os alunos que fizeram o Enem e tiveram nota maior que zero na redação. É preciso entrar no site do sistema, para fazer a inscrição. Cada estudante pode selecionar até duas opções de cursos, especificando a ordem de preferência, o nome das instituições e o turno.

Além disso, será possível também escolher a modalidade de concorrência. O Sisu se adequará à Lei de Cotas, de agosto de 2012. As inscrições são gratuitas e as instituições de ensino devem ofertar acesso à internet aos estudantes interessados.

De acordo com o cronograma do Sisu, publicado no Diário Oficial da União do último dia 26, as inscrições serão feitas exclusivamente pela internet, no portal do Sisu. Para a seleção no primeiro semestre de 2013, vale a nota do Enem 2012, divulgada pelo Ministério da Educação (MEC) no último dia 28.

O resultado da primeira chamada do Sisu será divulgado no dia 14 de janeiro e da segunda chamada, no dia 28 de janeiro, no site do Sisu e das instituições. As matrículas serão feitas nas instituições nos dias 18, 21 e 22 de janeiro para a primeira chamada e dias 1º, 4 e 5 de fevereiro para a segunda. (ABr)

Fonte: Blog Quarto Poder

quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

De quem é o mérito?

Perguntado se a eleição do vereador Wescley para a presidência da Câmara era um mérito do César Aguiar ou do Hilton Aguiar, o vereador Diniz respondeu que foi do acaso.

terça-feira, 1 de janeiro de 2013

Eliene Nunes, é empossada como prefeita de Itaituba



A prefeita Eliene Nunes, após o recebimento da faixa (foto do blog do Gilson Vasconcelos)


Foi hoje, a posse de Eliene Nunes , do PSD, como prefeita de Itaituba e seu vice, Raimundo Santos, conhecido como Dico, do PSDB, bem como dos 15 vereadores, que iniciam um novo mandato. A programação contou com grande número de pessoas que compareceu para prestigiar o evento e também atraídos pelo show musical e queima de fogos de artificio.

Também prestigiaram o evento as autoridades civis, eclesiásticas e militares. O deputado estadual Junior Ferrari/PSD e o federal Dudimar Paxiúba/PSDB, marcaram presença.

Eliene Nunes, foi eleita prefeita de Itaituba, com 24.695 votos, contra 23.301, de Valmir Climaco/PMDB e 383 de Deuzin/PRB.

Os empossados nesta data têm mandato até 31/12/16.

Reviravolta na eleição da Câmara de Itaituba, Wescley é o novo presidente!


O vereador Wescley Tomaz é o novo presidente da Câmara Municipal de Itaituba
Quando se aproximava o dia da eleição da nova mesa diretora da Câmara Municipal  de Itaituba, tudo indicava que o presidente daquela  casa seria o hábil  negociador Cebola, vereador antigo e bem articulado. 
Depois se desenhou um novo cenário e nele, a vereadora Maria Pretinha, do PSDB, aglutinava os votos necessários para chegar a presidência da Câmara.  Maria passou a juntar os antigos e boa parte dos novatos, o que lhe garantia uma maioria tranquila.  

Surpreendentemente, na última hora, foi o vereador Wescley, do PSC, um novato, com os votos de João Paulo/PT, Manoel Dentista, PTC, Dadinho, PPS, Maria Pretinha , PSDB, Célia Martins, PMN, Dirceu Biolchi, PMN e Iamax, do PMN, todos vinculados ao ex-prefeito Valmir Climaco, que conquistou 8 dos 15 dos votos e tornou-se o novo presidente da Câmara.

A outra chapa, articulada por Paulo Gilson Pontes e encabeçada por Diomar Figueira/PPS, obteve os votos de 7 vereadores, a saber:  Isaac Dias/PSB, Cebola/PP, Diomar Figueira/PPS, Orismar do Liberdade/PPS, Diniz/PMDB, Nicodemos Aguiar/PSC e Toinho Piloto/PSD.

Esse resultado da eleição para a presidência da mesa diretora da Câmara Municipal de Itaituba, indica sérios problemas para a prefeita.

Vamos apostar no novo!